Twitter testa seus próprios “Stories” no Brasil, os Fleets

1 min de leitura
Imagem de: Twitter testa seus próprios “Stories” no Brasil, os Fleets
Avatar do autor

Demorou, mas aconteceu: o Twitter iniciou hoje os testes com uma funcionalidade chamada "Fleets", que permite fazer publicações de texto e imagem que somem após 24 horas. A nova ferramenta de interação, que claramente é inspirada nos Stories, está disponível para ser usada somente no Brasil atualmente.

Segundo explica a companhia, os Fleets podem ser utilizados por meio do aplicativo do Twitter no Android e iOS, e aparecem em uma barra no topo da interface, que reúne a foto de perfil de quem publicar utilizando a função. Como a novidade começou a ser distribuída hoje, nem todos os usuários da rede social no país conseguiram acesso à ferramenta, que será distribuída amplamente dentro dos próximos dias.

De acordo com o Twitter, o objetivo dos Fleets é oferecer aos usuários uma forma de compartilhar "ideias e opiniões momentâneas". Além de sumir 24 horas após a publicação, a funcionalidade não conta com curtidas, comentários e nem a possibilidade de compartilhar a postagem. A única forma de interagir é enviando uma mensagem direta (DM) para o dono da conta.

Foco no texto, mas com suporte para imagens

Para se diferenciar de apps como Snapchat e Instagram, o Twitter ressaltou que o foco dos Fleets são publicações em texto. Ainda assim, a companhia disse que os usuários também poderão fazer posts usando fotos, vídeos e também GIFs.

(Fonte: Twitter/Divulgação)

Para quem já recebeu a função e quer auxiliar no desenvolvimento da novidade, a companhia incentiva que os usuários utilizem a hashtag #FleetsFeedback para enviar opiniões sobre o novo meio de interação da rede social.

"Dependendo de como for o teste, devemos levar os Fleets para outros países", diz Mo Al Adham, gerente de produto da empresa. Ou seja, parece que o futuro dos Stories do Twitter está na mão dos usuários brasileiros.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Twitter testa seus próprios “Stories” no Brasil, os Fleets