Coronavírus: Facebook e Instagram começam a remover postagens falsas

1 min de leitura
Imagem de: Coronavírus: Facebook e Instagram começam a remover postagens falsas
Avatar do autor

O Facebook iniciou uma operação para combater publicações falsas, imprecisas e danosas nas redes da empresa sobre o novo coronavírus. As medidas foram divulgadas nesta quinta-feira (30), quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) passou a considerar o caso como uma situação de emergência na saúde pública a nível internacional.

Segundo a companhia, a equipe de checadores de fatos está ainda mais empenhada em revisar conteúdos sobre o tema. Quando algo suspeito é identificado, a postagem é marcada e tem o espalhamento limitado no Facebook e no Instagram, mostrando a informação verdadeira no lugar.

Quem fizer buscas nas plataformas sobre o tema, como procurar "coronavírus cura" ou "como se proteger do coronavírus", receberá alertas no topo da página sobre os perigos das notícias falsas, indicando que perfis oficiais de autoridades são mais recomendados na hora de buscar dados e informações. Além disso, usuários que compartilharam esse conteúdo recebem notificações da plataforma, indicando que a pessoa espalhou um conteúdo que passou por checagem.

Esforço contínuo

O Facebook e o Instagram já fazem esforços similares de checagem de fatos e combate a páginas que, segundo as plataformas, espalham desinformação.

Teorias da conspiração e alertas falsos serão completamente removidos, especialmente aqueles que possam causar algum dano à população — como aqueles que promovem tratamentos alternativos ou apontam culpados antes do tempo, por exemplo. Hashtags também serão monitoradas, com expressões falsas e preconceituosas sendo removidas.

Coronavírus: Facebook e Instagram começam a remover postagens falsas