Facebook e Instagram banem influenciadores que anunciam armas e vape

1 min de leitura
Imagem de: Facebook e Instagram banem influenciadores que anunciam armas e vape
Avatar do autor

O Facebook e o Instagram estão reforçando as regras das redes sociais contra anúncios envolvendo armas, tabaco e cigarros eletrônicos (ou "vapes"). A partir de agora, influenciadores estão proibidos de postar conteúdos patrocinados desses produtos — com o risco de serem banidos das plataformas.

Anteriormente, marcas já estavam proibidas em ambos os serviços de fazerem postagens que incentivavam a compra desses produtos. Além disso, publicações sobre o consumo de álcool e suplementos de dieta só serão aprovados mediante "restrições especiais".

Essa é a primeira vez que as plataformas limitam que tipo de serviço influenciadores podem promover em seus perfis pessoais, o que deve gerar polêmica entre os usuários sobre o controle exercido pelas redes. Os cigarros eletrônicos já têm uma comunidade fiel que defende o consumo do produto como alternativa ao cigarro convencional, mas recentes estudos sobre possíveis problemas de saúde ligados à atividades aumentaram as críticas a essa prática. As novidades começam a entrar em vigor "nas próximas semanas".

O sistema vai melhorar

Em paralelo, o Facebook ainda anunciou o Brand Collabs Manager, uma espécie de grupo seleto de influenciadores que vai ajudar a conectar marcar com criadores de conteúdo, trocando experiências e direcionando ações para melhorar o engajamento com o público.

Essa pode ser uma ferramenta valiosa de dados para anunciantes interessados em métricas e possibilidades de criação de conteúdo publicitário — algo especialmente útil no Instagram, agora sem o contador público de curtidas.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Facebook e Instagram banem influenciadores que anunciam armas e vape