Facebook vai lançar seção de notícias com curadoria de jornalistas

1 min de leitura
Imagem de: Facebook vai lançar seção de notícias com curadoria de jornalistas
Avatar do autor

Depois de tantos escândalos envolvendo notícias falsas, informações erradas e manipulação de dados, o Facebook resolveu deixar os algoritmos de lado e confiar no cérebro humano para executar a sua mais nova empreitada: o News Tab, seu futuro serviço de notícias a ser lançado, em versão beta, antes do fim do ano.

Segundo o Facebook, a nova seção dentro do seu aplicativo móvel vai ter uma equipe de jornalistas experientes, provenientes de diferentes canais e mídias, para montar um feed com as histórias mais recentes e relevantes. As vagas de emprego devem ser anunciadas na próxima terça-feira (27) dentro da própria rede social.

O News Tab vai existir fora do feed de notícias e trará jornalismo em tempo real. Segundo a diretora para Parcerias em Notícias do Facebook, Campbell Brown, “a maioria das matérias que aparecerão na News Tab será analisada e classificada por algoritmos."

Porém, treinar a máquina para personalizar o conteúdo exigiria muito tempo e uma enormidade de informação. Como já experimentado pelo Apple News, a curadoria de uma parte vai ficar a cargo de humanos para separar, adicionar e divulgar as notícias mais importantes e pertinentes do dia. "Para a seção Top News, vamos reunir uma pequena equipe de jornalistas e garantir um destaque para as histórias certas”, explicou Campbell Brown.

Apple News: curadoria de humanos em vez de algoritmos. (Fonte: Apple/Divulgação)

Objetivo é recuperar a confiança do usuário

Depois de sucessivos escândalos e a fama adquirida como fonte e propagadora de notícias falsas, o Facebook está trabalhando arduamente para restaurar sua reputação de confiável, contratando pesquisadores de segurança e revisores para tentar, ao menos, conter a proliferação de mau conteúdo.

O News Tab está sendo experimentado por editores com o objetivo de conseguir acordos de compartilhamento de conteúdo (a empresa licenciaria e exibiria artigos de outras mídias). O Facebook remuneraria bem alguns parceiros para ter acesso ao seu conteúdo, disseram fontes dentro da empresa.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Facebook vai lançar seção de notícias com curadoria de jornalistas