Facebook anuncia a criptomoeda Libra e grande projeto para contas digitais

2 min de leitura
Imagem de: Facebook anuncia a criptomoeda Libra e grande projeto para contas digitais
Avatar do autor

Já há algum tempo temos ouvido falar de uma grande investida do Facebook no mercado das criptomoedas com a Libra. Agora, a própria companhia apresenta oficialmente a novidade, que traz planos ousados envolvendo transações digitais e reais — unindo aí tecnologia blockchain, pagamentos e contas digitais e sistemas de recompensas.

O objetivo do Facebook é fazer da Libra uma moeda tão estável quanto o dólar

Inicialmente, o objetivo é oferecer uma alternativa para os desbancarizados, com uma carteira digital própria — a Calibra, falaremos sobre isso logo abaixo — e uma moeda apoiada por uma reserva de ativos, tão estável quanto o dólar. Essa é a grande diferença para a Bitcoin, que age mais como um ativo especulativo. A ideia é em breve ser realmente uma central de negócios descentralizada, capaz de suportar uma ampla gama de produtos financeiros, de sistema bancário aos empréstimos e crédito.

libra

Para regular o mercado e evitar problemas com as instituições tradicionais, o Facebook conseguiu verba e apoio de 29 parceiros, que estão juntos na Associação Libra. Entre os integrantes estão firmas de capital de risco, organizações sem fins lucrativos, empresas de criptografia e grandes grupos financeiros, telecomunicações e provedores de serviços de tecnologia, incluindo Coinbase, Mastercard, Visa, eBay, PayPal, Stripe, Spotify, Uber, Lyft e Vodafone.

Essas organizações também contribuirão para o que é conhecido como a Reserva de Libra, o conjunto de ativos que garantirá que cada unidade de Libra seja apoiada por algo de valor intrínseco, e não pela simples escassez, como a Bitcoin é. A rede social garante que também possui um processo mais “verde” para conseguir novas moedas, sem a necessidade de enorme energia consumida para mineração atual. A expectativa é de que testes ocorram ainda este ano e o lançamento oficial aconteça no próximo ano.

A carteira digital Calibra e uma nova linguagem de programação

Para gerenciar a Libra, o Facebook também criou sua própria carteira digital na subsidiária Calibra. A conta virtual terá suporte do Messenger, do WhatsApp e de uma app independente a partir de 2020. Serão usados os mesmos processos de verificação e antifraudes que bancos e cartões de crédito utilizam e um sistema automatizado poderá detectar e prevenir comportamentos fraudulentos.

“Também iremos oferecer um suporte em tempo real para ajudar em caso de perda do seu celular ou senha — e se alguém conseguir acesso fraudulento à sua conta e você perder alguma Libra como resultado disso, iremos oferecer um reembolso”, diz o comunicado da rede social, que também promete cuidar da privacidade — um assunto delicado quando falamos da companhia de Mark Zuckerberg.

fafcebook libraFonte: Facebook

É claro que para se popularizar é necessário que haja o máximo de adesões possível, tanto dos usuários quanto de desenvolvedores e da comunidade financeira. Então, o Facebook já abre o código e uma linguagem própria de programação, a Move, para acelerar o uso das transações de Libra com a Calibra para as mais diversas finalidades.

Sonhando alto

Como dá para perceber, o pessoal não está para brincadeira e pretende se tornar uma moeda digital sólida, de ampla cobertura, para os mais diversos fins e em plataformas extremamente populares, com tecnologia de ponta.

Já há quem diga que essa possa ser a saída para o Facebook se manter na frente entre as gigantes de tecnologia e que a Libra talvez seja o maior projeto já criado pela companhia, com um futuro bastante promissor. Os grandes empecilhos para seu sucesso continua sendo o que mais tememos quando falamos sobre a rede social: privacidade e segurança.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Facebook anuncia a criptomoeda Libra e grande projeto para contas digitais