Os movimentos que são contra vacinação e outros teóricos da conspiração vão ter uma bela dor de cabeça para propagar suas ideias danosas no Instagram: a rede social anunciou hoje que vai bloquear hashtags que ajudem a propagar mensagens falsas sobre vacinação. Com isso, essas palavras-chave não vão mais aparecer no sistema de busca do aplicativo.

A plataforma vai usar informações da Organização Mundial da Saúde e outras instituições focadas em desmascarar dados cientificamente mentirosos

Não é a primeira vez que o Instagram bloqueia a busca de hashtags para a segurança de seus usuários: a plataforma já fez o mesmo em relação à venda e ao uso de drogas, de práticas de automutilação e ligadas ao suicídio.

A importância do discernimento

Um ponto importante de mencionar é que esse controle do Instagram vai diferenciar opiniões pessoais de informações que não são cientificamente corretas. Mensagens como “vacinas fazem eu me sentir mal” estão completamente liberadas; já coisas como “vacinas causam autismo” — que é uma informação falsa — serão bloqueadas. Para fazer essa diferenciação, a plataforma vai usar informações da Organização Mundial da Saúde e outras instituições focadas em desmascarar dados cientificamente mentirosos.

É difícil medir o impacto dessa medida: para alguns, não é o suficiente para impedir a propagação de informações falsas; para outros, trata-se de censura à liberdade de expressão. A ação vai pelo menos dificultar o acesso a essas fake news. Como complemento a essa medida, o Instagram ainda planeja colocar em funcionamento um sistema que vai mostrar um popup sempre que um usuário fizer uma busca sobre algum assunto polêmico, como as próprias vacinas.

Cupons de desconto TecMundo: