O acervo The Internet Archive está trabalhando para salvar alguns arquivos do Google+, antes que o site seja desativado permanentemente. O time da biblioteca digital, conhecida por seu amplo acervo de arquivos da internet, pretende reunir apenas postagens públicas disponíveis hoje na plataforma da Google. Para isso, a equipe tem usado scripts para capturar e fazer backup dos dados, a fim de preservá-los em seu catálogo on-line e eternizar mais essa página na trajetória da internet.

As atividades foram anunciadas por meio de um longo post no Reddit. No site, a Internet Archive afirma que perfis que não forem deletados previamente terão grandes chances de aparecer em seus futuros arquivos. Mas usuários também poderão solicitar a remoção de informações nesse sentido. Os procedimentos para isso podem ser conferidos na própria postagem (em inglês). O acervo do Google+ conterá no máximo 500 comentários, além de uma quantidade não revelada de fotos e vídeos. Esses arquivos de mídia, no entanto, não serão salvos em alta resolução.

Em 2 de abril de 2019, os perfis e atividade do Google+ serão desativados. A Google havia anunciado seu encerramento em outubro de 2018, depois de notar uma falha de segurança, que expôs dados de usuários. Junto a isso, a companhia aceitou o fato de que o Google+ não alcançou o sucesso esperado e, portanto, não gerava engajamento em comparação com as principais redes sociais ativas.