Facebook ganha ferramenta para criação de petições online

1 min de leitura
Imagem de: Facebook ganha ferramenta para criação de petições online
Avatar do autor

O Facebook acaba de ganhar uma novidade para ajudar os seus usuários a manifestarem as suas opiniões a respeito de algo e receberem o apoio de outras pessoas que pensam igual. Trata-se de um sistema de petições online dentro da rede social tal qual serviços como Avaaz e Change.org para a criação de abaixo-assinados.

FacebookFacebook lança rival para Change.org e Avaaz. (Fonte: Facebook)

Chamada de Community Actions (Ações da Comunidade, em tradução livre), ela é uma tentativa do Facebook de fomentar “comunidades informadas e civicamente engajadas”, algo visto como central dentro da missão da companhia. Em comunicado enviado ao site TechCrunch, um porta-voz falou mais sobre a iniciativa:

Criar comunidades informadas e civicamente engajadas está no centro da missão do Facebook. Todos os dias, as pessoas se juntam no Facebook para advogar por causas de seu interesse, incluindo contatar políticos eleitos, lançar uma campanha de arrecadação ou formar um grupo.

Por meio dessas e de outras ferramentas, vimos pessoas demonstrarem apoio e obterem resultados em questões importantes para elas. A Ação de Comunidade é outra maneira de as pessoas lutarem por mudanças em suas comunidades e formarem parcerias com figuras eleitas e agências do governo em busca de soluções.

Proteção contra trolls

Essencialmente, o Facebook trabalhará em duas frentes para evitar zoeiras e campanhas de cunho duvidoso dentro da sua nova ferramenta. Para evitar comentários desagradáveis a respeito de uma causa, apenas apoiadores poderão registrar a sua opinião nas publicações, o que deve ajudar a diminuir o número de “trolls” comentando bobagem.

FacebookNovidade está em fase de testes nos EUA. (Fonte: TechCrunch)

Além disso, para diminuir a chance de que campanhas pregando coisas negativas ganhem a rede, o Facebook terá uma combinação de detecção por algoritmo com moderadores humanos e denúncias feitas pelos usuários. A situação, porém, é delicada e deve acabar flutuando entre censura e sensação de apoio a causas bizarras — de qualquer forma, só o tempo dirá o quanto isso funcionou ou não.

Atualmente, as Ações de Comunidade estão em testes nos Estados Unidos e não há previsão de quando chegam aos demais países onde o Facebook atua.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Facebook ganha ferramenta para criação de petições online