Uma das tendências crescentes no ambiente corporativo das gigantes da tecnologia desde o início dos anos 2010 é o do uso de energia renovável. E o Facebook anunciou hoje (28) que não somente conseguiu reduzir em 75% a emissão de gases responsáveis pelo Efeito Estufa como se comprometeu a operar com 100% de energia renovável até o final de 2020.

“Desde a nossa primeira compra de energia eólica em 2013, o Facebook assinou contratos para mais de 3 gigawatts de energia solar e eólica, o que inclui mais de 2,5 mil megawatts nos últimos 12 meses”, disse, em comunicado. Essas estruturas foram construídas nas mesmas estruturas dos data centers que ficam em Oregon, Virgínia, Novo México e Suécia.

A rede social diz que cumpriu a meta estabelecida em 2015, de basear 50% da alimentação de suas instalações em energia verde até o início deste ano — o objetivo foi cumprido, com 51%, em 2017. “Fazemos isso trabalhando para permitir o acesso a recursos de energia renovável para outras empresas e organizações, construindo infraestrutura e abrindo projetos para outros compradores ou estabelecendo tarifas verdes, que permitem que os clientes comprem energia renovável de suas concessionárias locais.”

energia renovável

Outras companhias seguem o mesmo caminho. Em junho, a Samsung também afirmou que seu planejamento inclui o uso de energia renovável nos Estados Unidos, na Europa e na China até 2020. A Apple e a Google vem comprando, desde abril, quantidades de energia eólica e solar suficientes para compensar o consumo global de todas suas unidades até o final do ano.

Cupons de desconto TecMundo: