Antes mesmo de Mark Zuckerberg depor no Congresso e no Senado estadunidense, em abril, o Facebook já havia prometido que iria investigar mais a fundo todos os apps que usam dados da plataforma para evitar casos como o da Cambridge Analytica. E, agora, como prometido, a companhia vem dar alguma satisfação sobre o início dessa varredura, com um anúncio que preocupa: nada menos do que 200 apps foram suspensos, devido a algum tipo de violação de conduta no uso de informações dos usuários.

O processo de investigação conta com duas fases: a revisão do app e o questionamento com os desenvolvedores

“Como Mark explicou, o Facebook investigará todos os aplicativos que tiveram acesso a grandes quantidades de informações antes de alterarmos nossas políticas de plataforma em 2014 — reduzindo significativamente os dados que poderiam ser acessados. Ele também deixou claro que softwares específicos que apresentassem preocupações seriam auditados individualmente e qualquer um que se recusasse a participar desse processo ou não fosse aprovado seria banido do Facebook”, lembrou a rede social, em comunicado oficial.

O trabalho está só no começo e cada app, dos milhares já observados, passa por duas fases de avaliação. A primeira conta com um estudo para saber mais sobre o comportamento e se eles acumulam grande volume de dados da rede social. A segunda é realizada com entrevistas junto aos programadores, que devem detalhar tudo sobre suas criações e o que eles fazem com o acesso aos perfis.

facebook

Não dá para saber ao certo quais foram os abusos, os títulos banidos e a dimensão do estrago, contudo, o Facebook adiantou que vai notificar as pessoas atingidas e quem tiver dúvidas poderá entrar na mesma página criada para saber se você teve sua vida exposta no escândalo Cambridge Analytica.

O assunto, mais uma vez, deve render muitas críticas à plataforma e não estão descartadas mais visitas de Mark ao governo norte-americano, desta vez para falar sobre esses apps banidos e os resultados preliminares dessa investida.

Cupons de desconto TecMundo: