Você certamente já viu ou ouviu alguma coisa sobre Peppa Pig, não é mesmo? A personagem criada no Reino Unidos conquistou crianças de todo o mundo rapidamente e não demorou para ser usada em memes da internet pelos um pouco mais velhos. Mas será que alguém imaginaria a porquinha rosa poderia se transformar em um símbolo de resistência — a ponto de ser banida de redes sociais?

Pois é isso que está acontecendo na China. Não há muitas informações do motivo disso, mas Pepppa Pig foi transformada em ícone por adeptos da subcultura Shehuiren — jovens que não possuem emprego estável e são considerados como desordeiros pelo governo chinês. Por causa dessa "ameaça de propaganda subversiva", postagens envolvendo Peppa estão sendo banidas das redes sociais chinesas.

A plataforma de vídeo Douyin teve uma grande quantidade de conteúdos apagados. De acordo com o site SBS, um especialista em cultura digital da China chamado Haiqing Yu afirma que há fortes evidências de que o governo teria ordenado o banimento de Peppa Pig da plataforma — sendo possível que outras redes sociais façam o mesmo em breve, caso seja confirmada a censura.

Peppa Pig

Como nota o The Guardian, apesar de haver a suspeita de que o governo teria ordenado o banimento, ainda não há manifestações oficiais sobre isso. O governo do presidente Xi Jinping é considerado bastante ativo na censura de mídia, mas há chances de que o Douyin tenha agido sozinho.

Haiqing Yu ainda diz que vê pouca eficiência nessa ação do governo. Para ele, proibir a disseminação de mensagens com a Peppa Pig só vai fazer com que os jovens Shehuiren encontrem um novo personagem para isso. Vale dizer que há parques temáticos de Peppa Pig sendo construídos na China e há poucas chances de que a porquinha seja banida de outras mídias.