O Facebook removeu na última semana duas páginas que apoiavam o pré-candidato do PSL à presidência da República Jair Bolsonaro (RJ). De acordo com Andreza Matais, da Coluna do Estadão, as páginas em questão são “Jair Bolsonaro presidente 2018”, que reunia mais de 845 mil seguidores, e “Jair Bolsonaro presidente 2.0”, com pouco mais de 71 mil participantes.

“As páginas eram usadas para disseminar o ecossistema de notícias ultraengajadas do Bolsonaro, como AconteceuAi, HojeNoticias e PlantaoNews”, comenta o professor da USP Pablo Ortellado.

Até o momento, nem Facebook nem a assessoria de imprensa do presidenciável realizaram qualquer comentário sobre o tema. Vale lembrar ainda que o Facebook não costuma comentar suspensões e exclusões individuais realizadas na plataforma, ação que normalmente ocorre após páginas violarem políticas de uso da rede social.

Cupons de desconto TecMundo: