Após o escândalo da Cambridge Analytica, o Facebook anunciou que está interrompendo o processo de aprovação de novos apps, chatbots e outros para ingresso em sua plataforma. A rede social está fazendo uma espécie de auditoria ou revisão das suas práticas e modificando algumas regras para evitar que apps comecem novamente a minerar dados de usuários para uso externo.

Essa polêmica vem trazendo manchetes negativas para o Facebook há cerca de duas semanas, e até o CEO da empresa, Mark Zuckerberg, foi a um noticiário norte-americano para falar sobre a situação.

Estamos fazendo algumas atualizações na forma como nossa plataforma funciona

Nesta segunda-feira (26), a rede social publicou algumas mudanças que seriam feitas no seu processo de aprovação. “Para manter a confiança que os usuários depositam no Facebook quando eles compartilham informações, estamos fazendo algumas atualizações na forma como nossa plataforma funciona”, diz o comunicado oficial.

Não se sabe exatamente quando o Facebook voltará a aprovar novos apps na sua plataforma, mas é bem provável que o novo procedimento seja mais rigoroso e gere mais trabalho para desenvolvedores de apps conseguirem entrar em conformidade. “Sabemos que essas mudanças não são fáceis, mas acreditamos que a atualização poderá mitigar qualquer brecha de confiança com o ecossistema de desenvolvedores como um todo”, completou.

Acreditamos que a atualização poderá mitigar qualquer brecha de confiança

Enquanto o Facebook faz sua auditoria para descobrir se algum outro app abusou das suas brechas quanto à utilização de dados de seus usuários, desenvolvedores que esperam lançar produtos e serviços na rede social já começaram a reclamar da interrupção.

Cupons de desconto TecMundo: