Qualquer página no Facebook que postar um link para uma notícia em algum site tem a capacidade de editar o título, texto de resumo e até a imagem que será exibida na visualização prévia que acompanha sua postagem – pelo menos era assim que as coisas funcionavam até agora. Para dificultar a propagação das chamadas fake news, a rede social está mudando as regras e vai bloquear a edição desses itens sempre que um link for inserido nos posts.

As edições livres permitiam que páginas especializadas em divulgar notícias falsas enganassem os leitores para que acessassem conteúdos diferentes do que achavam que estavam acessando. Era possível até mesmo fazer alterações para que parecesse que veículos respeitáveis estavam divulgando chamadas exaltadas ou falsas. Por outro lado, a liberdade também possibilitava que empresas sérias fizessem testes para produzir conteúdo voltado para públicos específicos e atualizassem suas postagens conforme as notícias se desenrolassem.

"A CNN não escreveu esta chamada. Até agora, qualquer página podia editar a prévia de um link"

Agora, o Facebook está começando a bloquear as habilidades de edição de previews de links para todas as páginas, com a exceção de alguns publicadores originais. Quem quiser se tornar um desses casos que vai manter a liberdade atual terá que especificar qual é o seu domínio por meio de uma aba de “propriedade de links” e receber a aprovação da rede social até 12 de setembro deste ano, quando a medida passará a valer para todo mundo.

Cupons de desconto TecMundo: