Na internet, nem tudo que reluz é ouro. Não é novidade para ninguém que boa parte dos usuários já mentiu sobre os mais diversos assuntos, desde a cor dos olhos até a situação financeira. Mas será que esta prática é pertencente a um grupo restrito de usuários ou todo mundo já disse algumas frases inverossímeis em suas conversas ou cadastros na web?

Outra pergunta que deve ser feita é: será que mentir pela internet é um crime? Segundo Catalina Toma (pesquisadora da Universidade de Wisconsin-Madison, especializada em comunicação e fraudes online), a motivação das pessoas que mentem virtualmente é a mesma das pessoas que mentem pessoalmente.

Quem é que nunca mentiu?

Estes motivos são as necessidades humanas de autoafirmação e companhia. A diferença está nos modos com que são contadas as mentiras, já que há alguns fatores que, caso fossem ditos pessoalmente, seriam rapidamente desmascarados.

Quem mente?

Não é segredo para ninguém que grande parte das pessoas já mentiu na internet. Segundo pesquisas realizadas pela Universidade de Virgínia (Estados Unidos), cerca de 80% dos usuários de internet mente virtualmente. Destes, a maioria afirma que suas mentiras são moderadas ou leves.

Cuidado com o que acredita!

Consideram-se mentiras leves aquelas que apenas mascaram um pouco da verdade. Por exemplo: se você possui 1,78 m, mas afirma para todos que possui 1,80 m, você está contando uma mentira leve. Em suma, são afirmações que aumentam a altura, diminuem o peso, alteram a cor dos olhos e assim por diante. Mentiras mais pesadas são relacionadas ao estado civil (pessoas casadas que afirmam serem solteiras para paquerar online).

Mentindo em diferentes frentes

Historicamente, os locais da web em que mais são contadas mentiras são as salas de bate-papo (detalharemos este ponto logo em seguida), mas há outros ambientes virtuais em que são ditas muitas mentiras. Sites de relacionamentos, redes sociais, fóruns e jogos online também são palcos para que algumas inverdades sejam citadas.

Vamos conhecer agora um pouco mais destes territórios em que, comumente, mentiras são contadas pelos usuários. Cada uma delas com seu respectivo peso e nível de importância, mas todas merecem ser citadas para ilustrar este artigo. Aproveite para pensar se você já fez algumas afirmações falsas pela internet.

Salas de bate-papo

Se você já frequentou salas de bate-papo, deve ter se deparado com algumas centenas de mentiras dos outros usuários. Como boa parte dos usuários está procurando apenas por flertes virtuais, não existe muito compromisso em relação às afirmações. Por isso, até alguns anos atrás os chats eram lotados de “morenos altos” e “advogados bem-sucedidos”.

Muitos dizem ser o que não são.

“Até alguns anos atrás” porque a história está mudando bastante. A cada dia, é mais comum que usuários possuam webcams, o que elevou as conversas em salas de bate-papo para um nível visual. Isso tornou um pouco mais complicado o ato de mentir sobre atributos físicos, mas não quer dizer que as inverdades tenham se esgotado.

Ainda existem muitas delas nas salas de bate-papo, porque boa parte dos usuários aproveita a internet para “ser quem não pode ser”. Isso é afirmado pelo professor Jeff Hancock, pesquisador de Comunicação da Cornell University (Nova York). O professor diz ainda que não estando frente a frente com interlocutores, torna-se mais fácil mentir.

Sites de namoro

Se nos chats, quando existe a interação dinâmica, já existe muita mentira, imagine como é com os sites de namoro, em que as pessoas inserem seus perfis. Deve haver muito mais mentira, concorda? Se você concordou, lamentamos informar que você está errado.

As melhores fotos podem esconder a realidade

Apesar de não existir a pressão de ter de responder rapidamente às perguntas dos outros contatos, em sites deste tipo existe um outro perfil de usuários. Nas salas de bate-papo, a maioria procura por flertes virtuais, em sites de namoro as pessoas procuram por relacionamentos reais. Com isso, mentir pode ocasionar muitos transtornos no futuro, como decepções da outra parte envolvida.

Jogos online

Em games online os usuários não são exatamente “mentirosos”, mas deixam os seus desejos pessoais falarem mais alto do que a realidade. Muitos aproveitam o sigilo de seus quartos para tornarem-se guerreiros poderosos, depositando em seus personagens os anseios de suas vidas reais.

Redes sociais

Não seria exagero dizer que nas redes sociais, as pessoas que mentem são as mais descaradas. Para começar, existem os perfis “fake”, que utilizam fotos, nomes e informações falsas para criar uma pessoa que não existe realmente. Fora eles, também há uma enorme gama de usuários que mente em suas construções de perfis.

Sejamos sinceros, uma grande parcela dos usuários do Orkut só conseguiu criar o cadastro mentindo a idade (para realizar o cadastro na rede social é necessário possuir 18 anos). Já nos perfis, há quem minta sobre gostos pessoais, sobre escolaridade, idiomas e muito mais.

Cuidado para não ficar paranóico.

Em seguida surgem as comunidades. Não é raro encontrar um usuário que tenha mentido seus gostos para impressionar os amigos. Muitos participam de comunidades de autores, músicos e filmes para fazer parte de grupos em quais não seriam aceitos de outra maneira.

Outra rede social que era foco de mentiras era o FourSquare. Para conquistar o domínio de alguns locais, os usuários realizavam check-ins falsos, o que levou os desenvolvedores do sistema a limitarem a utilização da rede social apenas para quem possui conexão 3G ou GPS.

Por telefone é ainda pior

Você já viu que, segundo os estudos de Catalina Toma, um dos fatores que faz as pessoas sentirem-se mais seguras para mentir pela internet é a falta do “olho no olho”. Por isso, esperava-se que as pessoas tivessem mais dificuldades para mentir por telefone, pelo menos em relação contar inverdades pela internet. Na verdade, os estudos dela provaram o contrário.

Será que é verdade?

A razão para isso é a ausência do medo de ser desmentido. Enquanto as mensagens enviadas pela internet podem ser facilmente resgatadas e armazenadas (screenshots e emails, por exemplo), as ligações telefônicas são muito pontuais e raramente podem ser utilizadas para provar algo que alguém tenha dito Dessa maneira, os bate-papos por telefone conseguem ser ainda mais repletos de inverdades do que os bate-papos pela internet.

Você já mentiu?

Agora nós queremos saber se você faz parte da maioria que já contou mentiras na internet. Aproveite a enquete postada aqui para nos dizer. Lembre-se de que a pesquisa é anônima, por isso seja sincero na hora de responder. Aproveite também para nos dizer, nos comentários, os principais fatores que motivam os usuários a mentirem.

 

Cupons de desconto TecMundo: