Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução da Diaspora)

Em setembro do ano passado, o Tecmundo noticiou que os responsáveis pela Diaspora, uma rede social de código aberto que pretende confrontar o Facebook, disponibilizaram o seu código para que outros desenvolvedores pudessem colaborar com a construção do serviço de relacionamento.

Depois de mais de um ano disponível apenas para um grupo seleto de pessoas, a rede social criada para desbancar Mark Zuckerberg finalmente começou a ser disseminada este mês. Contudo, o serviço ainda não está disponível para todos os internautas: aqueles que já participavam do serviço receberam um pacote de convites para compartilhar com seus amigos.

Essa rede social, criada por quatro estudantes jovens e idealistas, surgiu com o intuito de oferecer ao mercado uma alternativa para os serviços comerciais existentes, como Facebook, Orkut e LinkedIn.

A ideia de criar um site de relacionamento no qual os usuários tenham total controle sobre suas informações nasceu a partir da insatisfação com o nível de segurança e privacidade das redes sociais atuais. Para acessar a página da Diaspora, clique aqui.