Nesta segunda-feira (16), foi divulgado que uma cidade paulista chama Limeira vai começar a operar com reconhecimento facial dentro de alguns de seus ônibus — a utilização deste sistema de biometria começa a funcionar ainda hoje. A implantação em 140 veículos da frota da cidade ficou por conta das empresas responsáveis e custou R$ 1 milhão.

De acordo com o que está sendo explicado, essa iniciativa tem o objetivo de impedir que pessoas mal intencionadas utilizem cartões que permitem a gratuidade da passagem, como acontece com idosos ou no desconto de estudantes. Essa técnica já é utilizada em outras cidades do Estado de São Paulo, como é o caso de Águas de Lindoia e Piracicaba.

Investimento que tem retorno certo

Por mês, Limeira transporta 1,85 milhão de pessoas, resultando em mais ou menos 555 mil viagens que são feitas de forma gratuita (cerca de 30% do total). Com o bloqueio de cartões usados da maneira errada, espera-se que essa média baixe para 20%, resultando em uma economia de até R$ 508 mil por mês, já que a tarifa local é de R$ 2,75. 

A secretária de Mobilidade Urbana do município, Andréa Soares, explicou que a biometria facial foi escolhida por não entrar em contato com a pessoa, sendo que ela nem percebe que está sendo analisada. O processo de funcionamento consiste na tirada de 8 fotos quando um cartão é utilizado, sendo que essas imagens são processada quando o ônibus volta para a garagem.

Caso mais sério do que parece

Por conta de características faciais que são transformados em dados matemáticos, é possível identificar se é o dono do cartão que está utilizando o benefício. Em caso contrário, o cartão é bloqueado, sendo que a pessoa mal intencionada vai ser denunciada para a polícia por falsidade ideológica — um delito um tanto quanto grave.

Sobre os benefícios do novo sistema, o prefeito de Limeira, Paulo Hadich (PSB), afirmou: "Com a biometria facial, vamos conseguir de imediato reduzir as fraudes. Hoje, cartões de idosos são usados por jovens e o de estudantes por adultos. Mas não vai apenas identificar as irregularidades. Será possível mapear os hábitos dos usuários e como vem sendo usado o transporte público na cidade".

Cupons de desconto TecMundo: