Se você é veterinário ou já teve que levar seu bichinho de estimação a uma clínica porque desconfiava que ele estava com dor ou desconforto, sabe quão difícil isso pode ser em alguns casos. Porém, isso pode mudar em breve, pois pesquisadores da Universidade de Cambridge estão com uma nova ferramenta em mãos.

Por mais incrível que pareça, o novo software de reconhecimento facial dos cientistas, chamado de SPFES (Sheep Pain Facial Expression Scale) conseguiu uma marca bem incrível: apenas analisando o rosto de uma ovelha, ele consegue determinar a quantidade de dor que ela está sentindo. Pode parecer puro chute ou algo tecnicamente impreciso, mas não é bem assim.

O SPFES consegue detectar quando uma ovelha sente dor

Resumidamente, as ovelhas têm expressões faciais específicas para cada nível de dor que sentem, algo que pode ser muito sutil e interpretativo ao olho humano ou simplesmente trabalhoso demais para quem consegue entender. Por conta disso, o programa foi criado para facilitar esses momentos.

A parte mais legal é que o utilitário foi construído com base em expressões faciais humanas. No total, o programa consegue distinguir até nove expressões diferentes e determinar um nível de dor a cada uma delas. A taxa de sucesso e acerto é relativamente alta: 67% das vezes o SPFES acertou.

Se a ideia for bem-sucedida em outros animais, o SPFES pode se tornar um ótimo recurso para veterinários

Como qualquer software, quanto maior for o banco de dados, mais chances de aprimoramento os pesquisadores terão e mais facilmente o aplicativo conseguirá reconhecer os níveis de dores. A proposta é que o SPFES evolua no futuro e consiga ser utilizado em ratos, coelhos e cavalos, tornando-se uma ferramenta poderosa na mão de veterinários.

Cupons de desconto TecMundo: