Com o sucesso do Oculus Rift e do Project Morpheus, não é de se estranhar que a Samsung também esteja preparando sua entrada no mercado de dispositivos de realidade virtual. Revelado há aproximadamente um mês, o novo aparelho da empresa — batizado como Gear VR — ganhou uma suposta primeira imagem oficial na última terça-feira (8).

Desenvolvido em parceria com a Oculus VR, o gadget deve chegar ao mercado já durante o mês de setembro. Segundo informações obtidas pelo site Sam Mobile, o aparelho vai ser lançado durante a IFA 2014, mesmo evento que deve marcar a revelação oficial do Galaxy Note 4.

Ao que tudo indica, a Samsung decidiu apostar em um design modular, que permite conectar um smartphone ou phablet através de portas USB 3.0. Os novos óculos de realidade virtual devem aproveitar o acelerômetro, o giroscópio e o poder de processamento desses gadgets auxiliares para fazer com que o usuário sinta que as imagens vistas por ele seguem o movimento de sua cabeça.

Realidade virtual para as massas?

Em teoria, a opção de transformar o Gear VR em uma espécie de acessório para smartphones traz como vantagem a possibilidade de a Samsung cortar diversos custos de fabricação. No entanto, conhecendo o histórico da empresa, não é de se esperar que a primeira geração do produto seja exatamente acessível do ponto de vista financeiro.

Embora a ideia por trás do gadget seja semelhante ao Cardboard VR da Google, a novidade se prova muito mais confortável de vestir graças ao emprego de elásticos e almofadas acolchoadas. O dispositivo também deve apresentar um touchpad próprio, cujo intuito vai ser permitir que os usuários usem a interface de toque de seus smartphones da linha Galaxy.

Vale notar que a contribuição da Oculus VR deve acontecer somente no software do aparelho, cujo hardware deve ser responsabilidade exclusiva da Samsung. A fabricante sul-coreana deve dedicar um setor inteiro de sua loja virtual Samsung Apps ao Gear VR, assim como acontece nos smartwatches Gear. Segundo o SamMobile, a primeira leva de apps deve incluir nomes como Theatre, 360 Player e Gallery — quantidade que deve ser ampliada após a companhia passar a distribuir o SDK do acessório para desenvolvedores interessados.

Cupons de desconto TecMundo: