Conhecida por seus acessórios especializados em games, a Razer é uma das empresas que mais investem no segmento de teclados mecânicos. Prova disso é o fato de que, em sua linha mais recente de dispositivos, a companhia abandonou os populares mecanismos desenvolvidos pela Cherry MX e criou uma linha própria de switches — que, segundo ela, garantem um desempenho sem igual em jogos eletrônicos.

Um dos primeiros resultados dessa transição é o modelo mais recente do BlackWidow Ultimate Stealth, que promete conciliar precisão a um processo de digitação mais silencioso que o visto na versão convencional do acessório. Mas será que a empresa realmente cumpre o que promete ou essas alegações não passam de promessas vazias? A resposta você descobre lendo nossa análise.

Especificações técnicas

  • Switches mecânicos com força de acionamento de 45 g
  • Tempo de vida de 60 milhões de pressionamentos
  • Teclas retroiluminadas individualmente
  • Sistema antighosting que permite apertar até 10 teclas simultâneas
  • Botões reprogramáveis com sistema rápido de gravação de macros
  • 5 teclas macro dedicadas
  • Game Mode
  • Entradas para conectores de áudio e dispositivos USB
  • Tempo de resposta de 1.000 Hz Ultrapolling
  • Habilitado para o software Razer Synapse 2.0
  • Dimensões: 475 mm (largura) x 171 (altura) x 20 mm (espessura)
  • Peso: 1.500 gramas

Design

O BlackWidow Ultimate Stealth é um produto que transmite a sensação de durabilidade: ligeiramente pesado, o teclado mantém o mesmo design de seus antecessores e aposta em uma combinação de plástico preto com retroiluminação na cor verde. Além das teclas convencionais, em sua lateral direita o produto conta com uma entrada USB 2.0 e conectores de áudio e de voz.

O dispositivo apresenta uma coluna lateral com cinco teclas dedicadas a comandos macro, que podem ser programados com o sofware Synapse ou através do acionamento de um botão dedicado a fazer gravações rápidas de comandos digitados pelo usuário. Todas as configurações são armazenadas na nuvem e associadas a um perfil pessoal, o que significa que você precisa instalar o programa em todos os computadores nos quais pretende usar o teclado.

As teclas do BlackWidow Ultimate Stealth possuem retroiluminação individual, com exceção do botão que aciona algumas funções secundárias — entre elas, a alteração da intensidade do volume das caixas de som e a hibernação da máquina. A intensidade da iluminação pode ser ajustada manualmente, variando entre um brilho suave até um tom intenso que parece capaz de cegar quem olha diretamente para o gadget.

A linha superior do teclado inclui controles secundários que gerenciam a reprodução de mídias, ajustam a intensidade da retroiluminação e acionam a programação rápida de comandos macro. Também é possível acionar o “Game Mode”, que desativa a tecla Windows e combinações como o “alt + tab” e o “alt + F4” durante os momentos de jogatina.

Desempenho

Apesar de o mecanismo usado no BlackWidow Ultimate Stealth se provar mais silencioso do que o empregado na versão normal do teclado, o produto ainda é capaz de provocar uma boa dose de ruídos — lidar com ele é semelhante a usar um gadget com película eletrônica barulhento. No entanto, o nível de som produzido não chega a incomodar, o que permite usar o acessório em ambientes públicos sem chamar muita atenção.

O mecanismo desenvolvido pela Razer possui um ponto de acionamento baixo, o que, combinado à baixa resistência das teclas, estimula apertá-las até o final. Com isso, a versão Stealth não apresenta uma resposta tátil tão boa quanto a do BlackWidow Ultimate com o switch da Cherry MX, o que torna a digitação de textos um processo menos confortável.

Esse problema não surge durante a reprodução de games, momento no qual o teclado se mostra bastante preciso e eficiente. É possível apertar a mesma tecla repetidas vezes de maneira rápida, e mesmo a combinação simultânea de vários botões é registrada sem qualquer problema.

Vale a pena?

Custando entre R$ 500 e R$ 600, o Razer BlackWidow Ultimate Stealth é um teclado para poucos. Embora seja confortável lidar com um acessório mecânico, seu uso não parece proporcionar uma vantagem evidente em jogos eletrônicos quando o comparamos a um bom produto com película eletrônica.

Dito isso, o dispositivo é uma boa alternativa para quem trabalha digitando textos e não quer lidar com um acessório muito barulhento. No entanto, caso o ruído ambiente não seja um problema para você, investir na versão convencional do aparelho se mostra uma ideia melhor para quem deseja uma experiência tátil superior.

Em resumo, o BlackWidow Ultimate Stealth se mostra uma boa opção de teclado mecânico, mas não necessariamente se constitui na melhor alternativa do mercado atual. Assim, a não ser que você seja um fã inveterado da Razer, vale a pena pesquisar outros modelos semelhantes antes de decidir investir em uma compra.

Cupons de desconto TecMundo: