(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Na tentativa de se diferenciar e chamar a atenção dos consumidores, cada vez mais empresas começam a explorar o segmento dos teclados mecânicos. A principal diferença desses produtos em relação a opções mais tradicionais é a maneira como eles respondem aos toques do usuário, prometendo uma maior agilidade e precisão na hora de digitar textos.

O Razer BlackWidow Ultimate 2013 atualmente ocupa o posto do teclado definitivo da empresa quando se trata desse segmento de mercado. Assim como acontece com outros produtos da fabricante, o dispositivo tem os jogadores hardcore como seu público-alvo, oferecendo a eles ferramentas para que se destaquem no mundo dos games.

O Tecmundo teve a oportunidade de passar alguns dias com o dispositivo e, neste artigo, traz uma análise completa de tudo o que ele tem a oferecer. Confira nossas impressões e, após finalizar a leitura, não se esqueça de registrar a sua opinião sobre o periférico em nossa seção de comentários.

Aprovado

Precisão invejável

Basta utilizar o BlackWidow Ultimate 2013 para perceber a diferença que um teclado mecânico pode fazer na hora de digitar textos. A sensação tátil proporcionada pelo dispositivo se mostra bastante superior à de qualquer acessório com características mais convencionais, o que se traduz em uma maior precisão e em menos letras “perdidas”.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

A sensação de digitar no periférico é semelhante àquela transmitida por antigas máquinas de escrever, a principal diferença sendo o fato de que não é preciso fazer qualquer força para que os botões respondam. Independente de sua velocidade de digitação, o produto responde muito bem e captura com precisão tudo o que você escreve.

A qualidade do produto também se torna evidente em jogos, especialmente naqueles que exigem ações rápidas. MOBAs como DOTA 2 e RPGs de ação como Torchlight 2 são os principais beneficiados pelo dispositivo, cuja tecnologia anti-ghosting faz com que seus comandos sejam passados de maneira apropriada mesmo quando outras teclas estão sendo pressionadas.

Seja seu objetivo digitar longos textos ou passar horas jogando em frente ao PC, não há do que reclamar no que diz respeito à sua velocidade de resposta. O único ponto que poderia ser modificado para agradar mais ao público brasileiro seria a adoção do padrão ABNT, algo que não acontece no produto vendido em território nacional.

Controle completo

Outro ponto que diferencia o Razer BlackWidow Ultimate 2013 de outros dispositivos da mesma categoria é a sua compatibilidade com o software Synapse 2.0. Através dele, você obtém controle total sobre a maneira como o dispositivo se comporta, contando com a opção de alterar completamente as funções desempenhadas por cada um de seus botões.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Para evitar que você tenha que sacrificar alguma função, o acessório conta com cinco teclas dedicadas a armazenar todas as ações personalizadas que você deseja. Elas também servem como uma forma de acionar rapidamente macros (ações pré-programadas) que podem ser configuradas tanto com o auxílio do aplicativo quanto dentro dos próprios jogos através de um comando dedicado a isso.

Embora tudo isso possa parecer complicado em um primeiro momento, basta utilizar o BlackWidow Ultimate 2013 durante alguns dias para perceber que todo esse processo ocorre de maneira bastante natural. Caso você procure uma experiência realmente personalizada na hora de usar o computador, poucos teclados conseguem ser tão completos nesse sentido quanto o fabricado pela Razer.

Entradas laterais

Apesar de o teclado ocupar duas portas USB do computador para poder funcionar, o produto compensa isso ao oferecer uma entrada do tipo em sua lateral direita. Além disso, é possível conectar seu headset diretamente ao teclado, o que poupa a você o trabalho de vasculhar a parte traseira de seu PC em busca dos encaixes adequados.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Essa solução de design traz mais conforto para quem costuma conectar pendrives ao computador, ao fornecer um lugar bastante acessível para que você possa fazer isso. O mesmo pode ser dito quanto à entrada para fone de ouvido, que se mostra especialmente oportuna para quem costuma usar o mesmo acessório para ouvir músicas no PC e em dispositivos portáteis.

Retroiluminação ajustável

Embora não seja possível mudar a cor da retroiluminação do produto (algo permitido pelo Razer DeathStalker Ultimate), ele oferece a possibilidade de ajustar a intensidade como isso acontece. Com isso, o teclado se torna uma boa opção tanto para quem vai usá-lo em ambientes bem iluminados quanto para quem prefere jogar em um quarto totalmente escuro.

A intensidade da iluminação pode ser ajustada tanto usando atalhos do próprio teclado (com o auxílio do botão “Fn”) quanto através do Synapse 2.0. O produto exige que você o ajuste a seu gosto pessoal somente uma única vez, já que o nível escolhido fica associado a um perfil próprio cujas informações são gravadas automaticamente na nuvem.

Contras

Pouca evolução

Caso você possua a versão anterior do BlackWidow Ultimate, não há motivos suficientes para justificar o investimento em seu lançamento para o ano de 2013. A principal diferença do produto em relação a seu antecessor está em seu sistema anti-ghosting, que foi aprimorado para trabalhar de maneira mais eficiente — diferença que só deve ser notada por uma parcela pequena do público hardcore.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Da mesma forma, os ajustes vistos no sistema de retroiluminação não se mostram suficientes para justificar a troca do teclado que você já possui em casa. Assim como acontece em algumas franquias de video game baseados em esportes reais, parece que a Razer decidiu simplesmente realizar alguns ajustes minoritários em vez de repensar as regras do jogo para entregar aos consumidores algo que realmente nunca foi visto antes.

Barulho que pode incomodar

O grande ponto de crítica aos teclados mecânicos também afeta o BlackWidows Ultimate 2013: o barulho. Por mais que você tente ser delicado na hora de digitar, o produto reproduz sons que lembram muito aqueles produzidos por antigas máquinas de escrever — fator que pode se provar um incômodo, especialmente em ambientes públicos nos quais existem pessoas realizando outras atividades.

Acabamento suscetível a manchas

Embora o BlackWidow Ultimate 2013 seja construído em materiais duradouros, decepciona o fato de ele ser bastante suscetível a manchas. Basta usar o teclado durante alguns minutos para perceber o surgimento de marcas de umidade e ver que suas impressões digitais são facilmente registradas pelo produto.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Assim, quem gosta de manter os acessórios que constituem o computador sempre em ordem vai ter que realizar uma limpeza diária do dispositivo. Embora esse problema possa parecer superficial, ele sem dúvida se mostra um incômodo quando se leva em consideração o valor “premium”do dispositivo.

Preço assustador

O fator que mais deve assustar possíveis compradores do BlackWidows Ultimate 2013 é seu preço nada convidativo. Vendido por US$ 139,99 no exterior, o Brasil o produto pode ser encontrado pelo valor médio de R$ 600, podendo chegar a mais de R$ 700 dependendo da loja consultada — com o mesmo investimento, é possível equipar o computador com uma placa de vídeo com características medianas.

Vale a pena?

No segmento de teclados mecânicos, poucos produtos se mostram tão competentes quanto o BlackWidow Ultimate 2013. O dispositivo se mostra a opção perfeita tanto para quem usa o computador como uma maneira de compor textos quanto para os jogadores hardcore que procuram meios de aprimorar sua experiência no mundo das partidas online.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

O grande destaque do produto fica para a maneira rápida como ele responde a cada um dos toques do usuário. Isso se mostra especialmente útil para quem joga games nos quais uma resposta precisa pode fazer a diferença entre a vitória ou a derrota imediata.

Infelizmente, toda essa qualidade acaba se refletindo em um preço bastante elevado, que está longe de se mostrar adequado à maioria dos consumidores. Com isso, o BlackWidow deve acabar reduzido à pequena parcela do público hardcore que não se incomoda em investir o preço de uma placa de vídeo mediana na compra de um teclado.

Cupons de desconto TecMundo: