Apple é condenada a pagar fone de ouvido a cliente brasileiro

1 min de leitura
Imagem de: Apple é condenada a pagar fone de ouvido a cliente brasileiro
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.

O usuário Ruleandson do Carmo moveu e venceu uma ação contra a Apple Brasil no valor integral do fone Powerbeats Pro. Após acionar garantia, a Apple se recusou a substituir o fone e destratou o cliente, segundo a acusação.

O usuário adquiriu o fone Powerbeats Pro em 2019 com o serviço de garantia estendida AppleCare+, que cobre danos acidentais oferecendo até duas trocas a cada doze meses. No entanto, o cliente encontrou problemas ao tentar utilizar o serviço.

Não gostou? Me processa

Segundo Ruleandson, seu cachorro teria engolido um dos fones, restando apenas um pedaço de plástico preto expelido nas fezes após atendimento veterinário. A Apple afirmou que não se tratava de dano, mas que o usuário teria perdido o fone, e se recusou a enviar um novo par.

Inconformado, ele abriu uma reclamação no suporte da empresa em que atendente teria respondido “não concorda, procure o juizado especial”. O dono do fone danificado seguiu o conselho e abriu um processo no Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Fone Powerbeats Pro mastigadoFone Powerbeats Pro mastigadoFonte:  MacMagazine 

A Apple ainda solicitou uma perícia técnica nos restos do Powerbeats e o juiz do caso, Sergio Castro da Cunha Peixoto, não apenas negou pedido com o considerou uma tentativa de protelar o caso.

Em sentença, a empresa foi condenada a substituir o fone por um novo de mesma cor, ou conversão da ação para perdas e danos. A Apple Brasil alegou ser impossível realizar a troca por um modelo idêntico e optou por indenizar o usuário em R$ 2.149, valor integral do fone em sua loja oficial.