Samsung Exynos 2200: veja comparativo com o Exynos 2100

3 min de leitura
Imagem de: Samsung Exynos 2200: veja comparativo com o Exynos 2100
Imagem: Samsung
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.

A Samsung enfim revelou o novo processador Exynos 2200, para substituir o Exynos 2100 do ano passado, e o Tecmundo preparou um comparativo entre os dois chips mais potentes da marca sul-coreana. O novo SoC da empresa traz processo de fabricação EUV (Extreme Ultraviolet) de 4 nm e GPU Xclipse 920, baseada em AMD RDNA2.

De acordo com o Presidente do segmento de Sistemas LSI da Samsung, Yongin Park, o Exynos 2200 "irá redefinir a experiência em jogos mobile, auxiliado por gráficos melhorados e Inteligência Artificial". Entretanto, outras melhorias também devem aprimorar a experiência do usuário como um todo.

Exynos 2200 vs Exynos 2100

A nova litografia em 4nm é a primeira novidade significativa do Exynos 2200 e, em teoria, tem potencial para entregar projeto térmico e autonomia melhores que o do Exynos 2100. Além disso, o novo chip traz GPU renovada, melhorias em seu NPU (Neural-processing unit), sensor de câmera e modem de conexão 5G.


Exynos 2200
Exynos 2100
Fabricação
4nm EUV
5nm EUV
CPU
1x Cortex-X2 + 3x Cortex-A710 + 4x Cortex-A510
1x Cortex-X1 + 3x Cortex-A78 + 4x Cortex-A55
GPU
Xclipse 920 (baseado em AMD RDNA 2) com Ray-Tracing, VRS
ARM Mali-G78 MP14
Tela
4K 120Hz, QHD+ 144Hz
4K 120Hz, QHD+ 144Hz
NPU
Dual-Core (2x o desempenho do Exynos 2100)
Triple-Core
RAM
LPDDR5
LPDDR5
Armazenamento
UFS 3.1
UFS 3.1
Sensor de Câmera
até 200MP, 108MP / 64MP+32MP obturador zero-lag;
vídeo:  8K 30FPS , 4K 120FPS
até 200MP, 32MP+32MP
vídeo: 8K 30FPS , 4K 120FPS
Modem
Modem 5G, mmWave, Sub-6GHz, Download até 10 Gbps (Dual-Connection), Upload até 3,67Gbps
Modem 5G, mmWave, Sub-6GHz, Download até 7,35 Gbps, Upload até 3.67Gbps
Localização
BeiDou, Galileo, GLONASS, GPS
BeiDou, Galileo, GLONASS, GPS
Wi-Fi
Wi-Fi 6E, Wi-Fi Direct
Wi-Fi 6E, Wi-Fi Direct
Bluetooth
Bluetooth 5.2
Bluetooth 5.2

Núcleos ARM v9 com baixo ganho de desempenho

As novas CPUs ARM v9 combinam um núcleo Cortex-X2, três Cortex-A710 e quatro Cortex-A510. Apesar de nova, essa mesma configuração também está presente nos Dimensity 9000 e Snapdragon 8 Gen 1, mas oferece ganho de desempenho pouco expressivo em relação ao Exynos 2100.

GPU RDNA2 com Ray tracing e VRS

A GPU Xclipse 920 do Exynos 2200, proprietária da Samsung, é baseada na arquitetura AMD RDNA2. Até então, os chips da empresa traziam GPU ARM Mali. Mesmo sendo compatível com Ray tracing, a tecnologia é extremamente exigente até para GPUs de desktops, o que pode atrapalhar a implementação em um primeiro momento.

GPU baseada em AMD RDNA2GPU baseada em AMD RDNA2Fonte:  Samsung 

Dessa forma, a melhoria mais significativa em jogos deve ser o VRS (Variable-rate Shading) auxiliado por IA graças a nova NPU, até duas vezes mais eficiente que a presente nos Exynos 2100.

O ajuste dinâmico de renderização possibilita geração de texturas em resoluções adaptadas ao foco e distância. Isso evita que detalhes muito distantes, ou propositalmente fora de foco, consumam recursos desnecessários da GPU.

Modem 5G com modo de combinação de conexões

Em termos de conectividade,  o Exynos 2200 conta com praticamente as mesmas tecnologias do 2100, com Wi-Fi 6E, Bluetooth 5.2, NFC, USB 3.2 Type-C, e localização via BeiDou, Galileo, GLONASS e GPS.

Modem 5G com Dual-connectionModem 5G com Dual-connectionFonte:  Samsung 

A única novidade do modem 5G é capacidade de combinar conexões 4G e 5G. Operando exclusivamente em 5G, as velocidades são as mesmos  da versão anterior, 3,67 Gbps de upload e 7,35 Gbps para download. Entretanto, ao combinar conexões 4G e 5G a taxa de total download de ser de até 10 Gbps.

Sensor de câmera com obturador zero-atraso

O processador de imagem (ISP) do novo chip também suporta sensores de até 200MP, mas conta com uma melhoria exclusiva. A nova versão é compatível com capturas de atraso zero para o obturador em 108 MP ou 64MP + 32MP. Isso garante uma experiência com transição imperceptível entre os sensores. O suporte a capturas de vídeo 8K em 30fps e 4k em 120fps ainda é o mesmo.

As novidades do Exynos 2200, apesar de poucas, são interessantes e dão um vislumbre do que esperar para os futuros aparelhos da Samsung. Entretanto, sem testes, é arriscado precisar exatamente o real desempenho do novo chip em relação ao anterior.

O novo componente da Samsung deve estrear no mercado em fevereiro, com a linha Galaxy S22.