Nokia T20: tablet traz 8.200 mAh de bateria para 10h de streaming

2 min de leitura
Imagem de: Nokia T20: tablet traz 8.200 mAh de bateria para 10h de streaming
Imagem: HMD Global/Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Nesta quarta-feira (6), a HMD Global anunciou o Nokia T20, um tablet intermediário que promete uma grande autonomia de bateria com 8.200 mAh. Com preço estipulado em 199 euros (Wi-Fi) e 239 euros (LTE), cerca de R$ 1,2 mil e R$ 1,5 mil (em conversão direta), respectivamente, o dispositivo deverá ser lançado no Brasil até o final do ano.

O Nokia T20 chega para complementar a linha de dispositivos móveis da Nokia. No entanto, a empresa garante que ele oferece a experiência de um celular da marca "na forma de um tablet". Além disso, deverá receber três anos de atualizações de segurança mensais e dois upgrades do Android — ele vem com Android 11 de fábrica.

Nokia T20O novo tablet Nokia T20 promete boa experiência com filmes e vídeos.

Entre os diferenciais, o tablet deve oferecer uma boa experiência com videoconferências. Para isso, a empresa posicionou uma câmera frontal de 5 MP na horizontal, o que "ajusta" a posição do usuário na tela. Já na parte traseira, ele traz uma única câmera de 8 MP e flash LED. Ele também deve oferecer áudio (estéreo) mais limpo e imersivo, garante a HMD, e conta com dois microfones.

Design "forte" e bateria duradoura

O Nokia T20 possui a estrutura do corpo em metal, que o diferencia de outros tablets da mesma linha que utilizam o plástico. Por outro lado, ele não tem bordas tão finas na frontal quanto outros modelos e não traz leitor de impressão digital. No lugar, a empresa opta pelo reconhecimento facial do Android, que já demonstrou ser menos seguro.

Na parte inferior, ele traz o conector USB-C, uma das saídas de áudio (a segunda fica alinhada no topo) e uma entrada de 3,5 mm (P2) para fones de ouvido. Aqui, vale notar que a empresa deve enviar uma capinha como acessório. Já a tela de 10,36 polegadas possui a alta resolução 2K (2000 x 1200 pixels) com tecnologia de redução de emissão luz azul, que deve fornecer um uso mais confortável, além de brilho de 400 nits.

Nokia T20O Nokia T20 também faz parte do programa Android Enterprise Recommended, com dispositivos recomendados pelo Google para empresas e negócios.

A ficha técnica do tablet ainda é composta pelo chipset Unisoc T610 (1,8 Ghz) e opções com 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento, ou 4 GB de RAM com 64 GB de armazenamento — ambas com suporte para cartão microSD de até 512 GB. Mas o grande destaque fica para a bateria e os seus 8.200 mAh de capacidade.

Segundo a HMD, a bateria do T20 fornece energia suficiente para 15 horas de navegação na web, sete horas de videochamadas ou dez horas de streaming de vídeos. Ele é compatível com carregadores de 15W, e traz tecnologias de Bluetooth 5.0, Wi-Fi 802.11ac e suporte ao 4G na variante compatível.

Tablet para todos

De acordo com a HMD, o Nokia T20 foi feito para consumidores e empresas. Além disso, é recomendado também para crianças, trazendo embarcado o serviço Google Kids Space. Com ele, os pais podem monitorar o tempo de tela dos filhos, definir um tempo limite de uso dos aplicativos ou até mesmo aprová-los ou não para uso utilizando o Family Link, que também oferece conteúdos interativos para aprendizagem.

O lançamento do tablet, diz a empresa, não foi por acaso. O mercado voltou a crescer desde a última alta em 2014, impulsionado pela pandemia. Até 2024, citando a pesquisa IDC Smartpulse (Q2, 2020), a expectativa é de que o mercado de tablets cresça 60% em relação ao ano de 2020.