Qualcomm prepara novo 'Snapdragon desktop' para brigar com Apple M1

1 min de leitura
Imagem de: Qualcomm prepara novo 'Snapdragon desktop' para brigar com Apple M1
Imagem: Android Authority
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Qualcomm supostamente está preparando novos chips para PC que vão brigar com o Apple M1. Segundo fontes do site WinFuture, a resposta da gigante dos semicondutores virá com o sucessor do Snapdragon 8cx, componente lançado em 2018 e que foi um dos primeiros processadores com arquitetura ARM para computadores.

As informações obtidas pelo WinFuture apontam que a Qualcomm está trabalhando em pelo menos duas variantes do novo chip ARM, que é chamado internamente de SC8280. Ao que tudo indica, a empresa vai apostar pesado em performance para bater a popularidade do Apple M1.

Fonte:  Android Authority 

A fabricante supostamente vai deixar de lado os núcleos voltados para autonomia, que normalmente trazem performance inferior para garantir melhor eficiência energética. O sucessor do Snapdragon 8cx teria um design com todas as CPUs dando ênfase para o desempenho e força bruta de processamento.

Especificações do rival do M1

A versão mais potente do SC8280 teria design octa-core, com quatro núcleos de 2,43 GHz e mais quatro soluções "Gold+", que são ainda mais potentes e entregam até 2,7 GHz. Algumas especulações ainda apontam que o chip poderia alcançar 3 GHz de velocidade, dependendo do design térmico do notebook.

O WinFuture diz que a Qualcomm está testando os novos chips em sistemas com tela de 14 polegadas e 32 GB de RAM, mais quantidade de memória suportada atualmente pelo Apple M1. O site também indica que o novo Snapdragon terá uma NPU que entrega performance de machine learning de até 15 TOPs.

Até o momento, a Qualcomm não comentou oficialmente sobre o assunto e o lançamento de um sucessor para o Snapdragon 8cx ainda não foi confirmado. Porém, considerando o pioneirismo da companhia no mercado de PCs com ARM, a tendência é que a fabricante apresente uma resposta ao chip da Apple logo.

Segundo especulações, a empresa de Cupertino tem planos ambiciosos no mercado de semicondutores e supostamente já está preparando uma versão mais poderosa do M1.