Boston Dynamics atualiza robô Spot com novo hardware e funções

1 min de leitura
Imagem de: Boston Dynamics atualiza robô Spot com novo hardware e funções
Imagem: Boston Dynamics
Avatar do autor

Nesta terça-feira (2), a Boston Dynamics anunciou a expansão da linha de robôs Spot, agora com um novo modelo com mais autonomia em suas missões. Chamada de Enterprise, a nova variante do proeminente "cão-robô" possui uma base para recarregar sua bateria por conta própria, suporte para novos equipamentos e hardware mais potente.

As novas implementações permitem que o Spot Enterprise atue em longas distâncias ou localidades de risco com mais segurança e autonomia. Sua comunicação com os operadores foi aprimorada, agora possibilitando transferências de dados mais rápidas e práticas, graças à recepção de sinal Wi-Fi melhorada com suporte para 802.11ac Dual Band.

Nesse sentido, o novo cão-robô também recebeu um "controle remoto" para navegadores, onde seus operadores podem operá-lo manualmente ou solicitar conjuntos de ações autônomas pré-programadas por uma interface intuitiva. O sistema recebeu nome de Scout e também funciona na versão anterior de Spot, a Explorer. Como a maior parte do processamento de dados ocorre no local da operação, a nova ferramenta requer uma conexão modesta, com "apenas alguns megabits" de banda, segundo a Boston Dynamics.

Interface do sistema Scout. (Fonte: Boston Dynamics, The Verge / Reprodução)Interface do sistema Scout. (Fonte: Boston Dynamics, The Verge / Reprodução)Fonte:  Boston Dynamics, The Verge 

Para completar seu kit de ferramentas, o Spot Enterprise recebeu um braço robótico que deve auxiliar no manuseio de itens, válvulas e maçanetas de forma manual ou semiautônoma. Além disso, o "cão-robô" também recebeu melhorias em suas conexões com cargas de equipamento e, agora, possui suporte para mais instrumentos externos, como um sensor de visão térmica com aproximação ótica de até 30x, segundo a empresa.

As novas implementações do Spot Enterprise possibilitam seu uso em cenários ainda mais adversos e podem se tornar um diferencial em missões de risco no futuro. O Explorer, versão mais antiga do Spot, vendeu mais de 400 unidades desde seu lançamento comercial para empresas, sendo utilizado em usinas nucleares, tarefas offshore e minas desde então. Custando aproximadamente U$S 75 mil, a linha de robôs caninos ainda não está disponível no mercado doméstico.

Boston Dynamics atualiza robô Spot com novo hardware e funções