Patente indica que Pixel Watch pode ser usado sem tocar na tela

1 min de leitura
Imagem de: Patente indica que Pixel Watch pode ser usado sem tocar na tela
Imagem: PhoneArena
Avatar do autor

O Google solicitou o registro de patente de um smartwatch que usaria comandos de gestos físicos. Embora tenha surgido agora na web, o documento foi registrado em janeiro deste ano pelo Escritório de Patentes dos Estados Unidos (USPTO), e sugere que esses recursos poderiam ser exclusivos do aguardado Pixel Watch ou parte do WearOS, sistema operacional para vestíveis da gigante.

Conforme a descrição do projeto, a tecnologia teria um sensor óptico instalado no corpo do relógio inteligente. Ele seria capaz de detectar movimentos dos braços, pulso, mão e dedos do usuário.

Junto a isso, haveria um algoritmo para associar cada gesto a um comando específico e evitar que ações acidentais fossem desencadeadas. Portanto, a tecnologia seria similar ao Motion Sense, empregado na série de celulares Pixel 4.

Descrição do projeto indica quais movimentos poderiam ser usados para comandos no smartwartch da Google.Descrição do projeto indica quais movimentos poderiam ser usados para comandos no smartwartch da Google.Fonte:  USPTO/Reprodução 

Apesar de a aplicação prática do conceito não ter sido indicada, supõe-se que poderia permitir, por exemplo, o controle de apps de streaming de música, rejeição de chamadas, desligamento de alarme, reconhecimento facial, dentre outros.

O lançamento de um Pixel Watch circula na internet desde 2019, sobretudo após a Alphabet, proprietária da Google, ter comprado a Fossil e Fitbit, empresas especializadas em vestíveis. Contudo, estamos próximos da metade de 2020 e o modelo não foi anunciado nem há previsão se isso acontecerá ainda neste ano.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Patente indica que Pixel Watch pode ser usado sem tocar na tela