Apple Watch 6 poderá detectar ataques de pânico e estresse

1 min de leitura
Imagem de: Apple Watch 6 poderá detectar ataques de pânico e estresse
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A próxima geração do Apple Watch deve trazer um novo recurso que vai ampliar ainda mais o monitoramento de saúde do dispositivo. Trata-se de uma função voltada para a saúde mental, capaz de identificar ataques de pânico e altos níveis de estresse no usuário.

A informação partiu do especialista em vazamentos Max Weinbach e do canal EverythingApplePro no YouTube. Segundo eles, o recurso ainda está em desenvolvimento e a equipe atualmente tem como objetivo compreender exatamente que alterações no corpo ajudam a identificar a "formação" de um ataque de pânico antes que ele ocorra de fato.

Além de enviar um alerta em forma de notificação para que o usuário se acalme, o próximo Apple Watch deve oferecer também exercícios rápidos de respiração que ajudam a manter a calma. Vale lembrar que o aparelho atualmente conta com um detector de quedas e também monitoramento cardíaco, já com diversas histórias a respeito de como salvou vidas com seus recursos de emergência.

Mais novidades

Além de ampliar o monitoramento dos usuários, o Apple Watch 6 deve contar com uma bateria de maior vida útil, suporte ao padrão Wi-Fi 6 de conectividade, melhor impermeabilidade e um processador de nova geração.

Rumores anteriores apontam ainda para um aguardado monitoramento do sono e a detecção da taxa de oxigênio no sangue. Ele ainda pode ter um novo visual, inclusive sem o botão giratório. O dispositivo, possivelmente chamado de Apple Watch Series 6, pode ser apresentado em setembro de 2020, seguindo a tradição de apresentação junto com o próximo iPhone.

Fontes