Usuários do Google Home podem comemorar: a função de realizar chamadas telefônicas por meio do dispositivo – sem a necessidade de pareá-lo com um smartphone – vai começar a ser implantada nos aparelhos de usuários do Canadá e dos Estados Unidos. Prometida pela empresa ainda em maio, no Google I/O, a função vai reforçar a competição do Home com seus concorrentes, principalmente a linha Echo da Amazon.

O sistema vai funcionar tendo como base a conta Google do usuário, ou seja, ele vai usar como lista de contatos a sua agenda pessoal. No caso de mais de uma pessoa utilizando o Google Home, o reconhecimento de voz entra em cena e o aparelho vai identificar quem está pedindo para fazer a ligação e vai procurar na agenda dessa pessoa pelo número, sem confundir seus contatos com os de quem mais usa o smart speaker.

Tudo arrumadinho

É importante que sua agenda seja bem organizada para que a plataforma compreenda bem para quem você quer ligar. Isso não parece ser muito problema para usuários de smartphones com sistema Android, mas quem usa iPhone e tem sua agenda vinculada a uma conta do Gmail que – caso não for bem gerenciada – pode estar bagunçada, fica bem complicado realizar a tarefa.

O Home também vai entender quando você pedir para ele ligar para algum comércio próximo ou algum tipo específico de estabelecimento

Como as ligações são feitas sem o uso do seu smartphone pessoal, você pode ter problemas fazendo chamadas para pessoas que vão receber uma identificação desconhecida em seus aparelhos. Para evitar esse estranhamento, a Google prometeu até o fim do ano uma atualização que vai permitir você vincular seu número pessoal de telefone no Home para que os outros visualizem o seu contato quando receberem uma chamada, mesmo que você não a esteja fazendo do seu celular, mas sim do smart speaker.

Além de ter disponível toda a sua agenda de sua conta Google, o Home também vai entender quando você pedir para ele ligar para algum comércio próximo ou algum tipo específico de estabelecimento. Tudo isso, é claro, no bom e velho idioma inglês. Infelizmente, ainda não há previsão para tudo isso estar funcionando em português.

Cupons de desconto TecMundo: