Após uma série de problemas de superaquecimento relacionados ao Snapdragon 810, a Qualcomm pode ter procurado a Samsung na tentativa de evitar que a situação se repita com sua nova linha de chipsets. Relatos vindos diretamente da China indicam que a fabricante sul-coreana vai ser a responsável pela produção do Snapdragon 820 e do Snapdragon 620.

A principal diferença dos novos hardwares é o fato de que eles devem apresentar CPUs customizadas no lugar das soluções-padrão criadas pela ARM. O Snapdragon 820 deve usar núcleos Kyro de 64 bits com clock de 3,0 GHZ fabricados sob o processador FinFET de 14 nanômetros da Samsung.

Entre as empresas que já demonstraram interesse pelo novo chipset top de linha está a HTC, a Sony e a Xiaomi. Inclusive, há relatos de que a gigante chinesa já está planejando incluir a novidade em seu novo smartphone flagship, o Mi 5, cujo lançamento deve ocorrer em outubro deste ano.

O novo processo de fabricação em 14 nanômetros aparentemente deve ser o suficiente para que o novo chipset não apresente os mesmos problemas de superaquecimento do Snapdragon 810. Resta esperar para descobrir se ele vai conseguir ser tão eficiente em matéria de resfriamento quanto o Exynos 7420 da própria Samsung, que está presente no Galaxy S6 e no Galaxy S6 Edge.

Cupons de desconto TecMundo: