Embora os relatos de diversos consumidores sobre os problemas de superaquecimento do chipset Snapdragon 810 já devam ter preocupado a Qualcomm, nenhum deles deve se mostrar tão prejudicial quanto o aviso adotado pela operadora japonesa NTT DoCoMo. Recentemente, a companhia passou a colocar em suas lojas físicas um aviso sobre os problemas que o hardware pode trazer quando usado de forma intensa.

A operadora usa como exemplos de smartphones “problemáticos” o Xperia Z4 (Xperia Z3+ no Ocidente), o Aquos Zeta SH-O3G da Sharp e o Arrows F-04G da Fujitsu. O elemento em comum entre eles é a presença do chipset, que, mesmo após passar por algumas revisões, ainda continua trazendo dores de cabeça a alguns de seus compradores.

A empresa recomenda que consumidores desliguem os aparelhos enquanto eles estão sendo recarregados ou passem a usar tablets como aparelhos substitutos em ambientes domésticos. Mesmo com a chegada da segunda geração do Snapdragon 810, que supostamente elimina problemas de superaquecimento, parece que a Qualcomm só vai conseguir se livrar dessa associação negativa quando lançar uma nova geração de chipsets.

Cupons de desconto TecMundo: