No player, clique sobre "CC" para ativar a transcrição do áudio e a tradução para o português

Você está cansado de ouvir que o “processador é o cérebro do computador”. Mas você sabe como ele é por dentro? Geralmente, nós só vemos os chips por fora, da maneira como os colocamos na placa-mãe. Hoje, essa história vai mudar, pois o Tecmundo trouxe várias imagens incríveis para mostrar como são as peças, todas elas vistas bem de perto.

São fotografias retiradas do site Maximum PC, que mostram como são perfeitas as estruturas responsáveis por toda a capacidade de processamento dos computadores, smartphones, tablets e outros equipamentos eletrônicos. Está pronto para embarcar em um mundo microscópico? Então vamos às fotos.

Intel Penryn

(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

Este processador da Intel ficou conhecido como “Penryn”. Ele é produzido com processos de 45 nanômetros, sendo responsável pelos chips Core 2 e Xeon da mesma geração (2007/2008). Na imagem, você pode ver vários “Penryns” juntos, sendo que a moeda ocupa mais do que um deles inteiro.

(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

O Penryn é um dos processadores mais complexos dos últimos anos. É impossível contar (pela foto que temos aqui, pois seria necessário um microscópio poderoso para isso), mas existem 410 milhões de transistores trabalhando neste chip dual-core. A versão quad-core possui o dobro: 820 milhões de transistores.

Intel Atom Silverthorne 

(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

São 47 milhões (pouco, para os padrões atuais) de transistores equipando o chip Silverthorne. Ele é menos do que uma moeda e, quando surgiu em 2009, foi responsável pelo funcionamento dos processadores Intel Atom. Foram desenvolvidos para tornar os notebooks mais baratos e eficientes (em relação ao consumo de energia elétrica).

Intel Core 2 Quad

(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

Perfeição simétrica e avanços muito rápidos no desenvolvimento de novos chips. Na foto acima, você está vendo o Intel Core 2 Quad Q8400, que ainda hoje oferece resultados excelentes para os consumidores e foi criado muito rapidamente em resposta ao AMD Phenon quad-core.

Apple A5

(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

Já falamos de vários processadores de computadores, agora vamos a um que é utilizado para equipar os portáteis. Este chip é o Apple A5, que é responsável pelo alto poder de processamento dos iPads e iPhones mais recentes. Além da CPU, na foto acima também é possível ver as células de memória RAM do equipamento.

Intel Dunnington

(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

Você já parou para pensar que o representado pela imagem acima – com todas as complexas estruturas que o envolvem – ocupa uma área menor do que a de uma moeda de cinco centavos? Trata-se do Intel Dunnington, arquitetura lançada em 2008 que é considerada a primeira da Intel a trabalhar com seis núcleos.

AMD Am2903ADC

(Fonte da imagem: Divulgação/AMD)

Com apenas 38 pinos, o AMD Am2903ADC tinha largura de banda de apenas 4-bits. O processador da AMD já tem algumas décadas e, como você pode ver, era bastante rústico em relação aos chips que podemos instalar atualmente em nossas máquinas.

Intel Itanium

(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

Há quem diga que estes processadores foram os primeiros a ultrapassar a marca dos dois bilhões de transistores. A Intel nunca confirmou o rumor, mas também jamais desmentiu. Enquanto isso, apenas observamos a complexidade do Intel Itanium, um dos chips mais fortes para servidores.

AMD Bulldozer

(Fonte da imagem: Divulgação/AMD)

Oito núcleos, incontáveis transistores e muita potência gráfica. Aqui, estamos diante da arquitetura AMD Bulldozer, responsável por alguns dos processadores mais recentes da fabricante. Ao todo, são 213 milhões de transistores alinhados para um processamento veloz e confiável.

AMD Llano

(Fonte da imagem: Divulgação/AMD)

Processos de fabricação de 32 nanômetros são a arma dos chips Llano da AMD. O equipamento traz ainda a tecnologia AMD Turbo Core para otimizar o desempenho do processador. Muitas funções simultâneas podem ser executadas, graças aos múltiplos núcleos.

Cupons de desconto TecMundo: