Para alegria de muita gente, a Nokia recentemente oficializou seu retorno ao mercado de smartphones por meio de uma parceria com a HMD Global. Agora, o homem que vinha atuando como presidente da marca finlandesa e que foi um dos responsáveis pelo processo de retorno ao mercado de dispositivos móveis, Ramzi Haidamus, anunciou que está se preparando para deixar sua posição no Nokia Group a partir do dia 1º de setembro.

O motivo específico para a saída do executivo é desconhecido, mas a declaração oficial que tornou a novidade pública afirma que ele tem outros planos para a própria carreira. Ainda que deixe a posição já no primeiro dia do mês, Haidamus deve continuar por lá até o final de setembro para ajudar seu sucessor durante a transição.

O escolhido para assumir provisoriamente a posição de presidente do Nokia Group foi Brad Rodrigues, que até então ocupava a liderança do setor de estratégia e desenvolvimento de negócios da Nokia Technologies. No entanto, a companhia declarou que já começou a buscar por um sucessor permanente, tendo como requisitos as habilidades nas áreas de tecnologia, produtos e comercial.

Brad Rodrigues assumirá a presidência da companhia enquanto não for encontrado um sucessor definitivo

Bases sólidas para o futuro

“Sob a liderança dele [Haidamus], nosso negócio de licenciamento de patentes cresceu, alcançamos um acordo com a HMD Global Ou para trazer a marca Nokia de volta para os dispositivos móveis e fizemos excelentes progressos em mídia digital com o lançamento da câmera OZO de realidade virtual e na saúde digital com a aquisição da Withings”, afirmou o presidente e CEO da companhia, Rajeev Suri, em uma declaração.

“O que era originalmente um conjunto de ativos interessantes agora é um negócio focado, crescente e lucrativo com um forte time de liderança. Dado esse progresso, agora é a hora certa para explorar novas oportunidades e perseguir minha paixão por construir e transformar negócios. Estou orgulhoso de tudo o que realizamos na Nokia Technologies e anseio por ver a companhia continuar a crescer e prosperar”, completou Haidamus.

Cupons de desconto TecMundo: