(Fonte da imagem: Reprodução/The Guardian)

Segundo reportagem do Guardian, a agência britânica de inteligência GCHQ vem coletando imagens de conversas por webcam feitas por usuários do Yahoo – e possivelmente dos donos do Kinect do Xbox 360. As informações vêm de um documento datado entre 2008 e 2010, vazado por Edward Snowden, ex-membro da instituição norte-americana NSA famoso por revelar esquemas de monitoramento do governo dos Estados Unidos.

Chamado Optic Nerve (“Nervo Óptico”, em tradução livre), o programa levou a GCHQ a coletar e armazenar grandes quantidades dos dados durante um período de seis meses em 2008, guardando imagens de webcams de mais de 1,8 milhão de contas do Yahoo pelo mundo afora – e não apenas de pessoas consideradas suspeitas.

Não se sabe com certeza a escola da operação, quantas foram as vítimas da invasão ou se o processo continua atualmente, mas o Guardian cita uma página wiki interna da agência que sugeria que o programa continuava ativo ainda em 2012. Um representante da GCHQ se recusou a falar sobre questões de inteligência, mas ressaltou que as ações da entidade “são realizadas de acordo com modelos e políticas estritamente legais”.

Nudez indesejada

(Fonte da imagem: Reprodução/Coisas de Liana)

De acordo com a reportagem, as chamadas de webcams interceptadas pela GCHQ não foram armazenadas como vídeos puros, mas sim capturou apenas uma imagem a cada cinco minutos. O material armazenado para acúmulo de metadados e testes de tecnologia de reconhecimento facial, buscando rostos que batam com seus bancos de dados de criminosos.

Aparentemente, o monitoramento do Yahoo teve início após a instituição descobrir que o serviço era utilizado por suspeitos. No entanto, nem todas as imagens capturadas eram úteis. “Parece que um número surpreendente de pessoas usa conversas por webcam para mostrar partes íntimas dos seus corpos para outros”, supostamente diz o documento vazado. Segundo o Guardian, a GCHQ estima que entre 3 e 11% das imagens contêm “nudez indesejada”.

Embora o documento vazado cite apenas o Yahoo como possível alvo de vigilância, a reportagem relata que a agência também ponderou a possibilidade de incluir a câmera do Kinect do Xbox 360. Ainda assim, não se sabe se a organização estaria interessada em imagens ou somente em metadados, nesse caso, e nem se a ideia foi adiante de fato – o que seria perfeitamente possível, caso o Optic Nerve tenha realmente continuado ativo até 2012.

Golpe pelas costas

(Fonte da imagem: Reprodução/Info)

O programa se configura como um dos mais invasivos entre os que foram revelados ao longo do último ano – e não é o primeiro em que o nome do Yahoo aparece. A empresa vem tentando pressionar o governo para que ele permita a divulgação de mais dados sobre os pedidos de informações feitos formalmente. Quando questionado a respeito, um representante da companhia afirmou que eles “não conheciam nem apoiariam este tipo de atividade”.

“Este relato, se verdadeiro, representa um nível inédito de violação da privacidade dos nossos usuários de forma completamente inaceitável. Nós fortemente solicitamos que os governos do mundo reformem as leis de vigilância de acordo com os princípios que destacamos em dezembro. Estamos empenhados em preservar a confiança e segurança de quem usa nossos serviços e continuamos com esforços para expandir a nossa encriptação”, concluiu.

Cupons de desconto TecMundo: