A Agência Federal de Investigação (FBI) dos Estados Unidos acaba de ganhar ainda mais poder. Mesmo com resistência por parte de alguns de seus membros, o Senado aprovou uma mudança na legislação atual que dá ao órgão a autorização para invadir legalmente os computadores de qualquer indivíduo durante uma investigação, até mesmo daqueles que estiverem fora do território estadunidense (sim, incluindo o Brasil).

Até então, o FBI só podia agir nos locais dentro da jurisdição do juíz que expediu o mandato de busca e apreensão. A partir de agora, porém, o magistrado pode ordenar que a agência acesse remotamente qualquer máquina que seja interessante para as investigações, estando ela em um território dentro de sua jurisdição ou não. Com isso, a corporação ganha poder legal para hackear PCs de outros países, se isso for necessário.

Vale observar que essa mudança já havia sido aprovada no início do ano através de uma votação privada na Suprema Corte, mas ainda precisava passar pela aprovação do Congresso. A grande preocupação é o reflexo desse poderio do FBI na questão da privacidade global, visto que os EUA acabam de ganhar ainda mais poder para continuar com seus programas de espionagem e vigilância em massa.

Cupons de desconto TecMundo: