O comparador de preços e produtos Zoom realizou recentemente uma pesquisa voltada para observar o impacto do fim da Lei do Bem sobre os valores cobrados por notebooks, desktops, tablets e smartphones. Segundo a pesquisa, a comparação de janeiro deste ano com dezembro do ano passado já mostra um aumento médio de 13% no custo de produtos eletrônicos em geral.

Entre os quatro tipos de aparelhos analisados, os notebooks foram os que apresentaram a maior alta até o momento, chegando a 20%. Os desktops e os tablets tiveram aumento de 11%, e os smartphones, categoria líder de buscas no Zoom, tiveram seus preços reajustados para cima em 8%. Para o estudo, o serviço de comparação monitorou os dez produtos mais buscados das quatro categorias ao longo do mês de janeiro.

No caso dos campeões de aumento, os notebooks, alguns modelos chegaram a apresentar aumento médio de 51% no período em que foram monitorados – caso do Intel Celeron 32051 com 4GB de RAM, HD de 500 GB e tela LED de 14 polegadas. Embora os smartphones apresentem a menor média de aumento, alguns aparelhos tiveram altas impressionantes – como o Sony Xperia Z3 Compact, cujo preço subiu 79%.

Hora de agir

De acordo com o diretor-executivo do Zoom, Thiago Flores, embora casos específicos tenham sofrido aumentos grandes, esse é um bom momento para comprar um celular devido ao fato de que a maioria dos produtos do tipo ainda não ficaram muito mais caros. Ainda assim, ele ressalta a importância de pesquisar sobre diferentes modelos e marcas antes de fazer sua compra.

“Se encontrar uma boa oportunidade no aparelho desejado, é recomendado aproveitar o momento para se precaver de um aumento de preço ainda maior, já que passamos por um período de alta do dólar e da inflação”, ressalta o executivo.

Você já garantiu a compra dos aparelhos que mais deseja antes de sofrer com os aumentos do fim da Lei do Bem? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: