(Fonte da imagem: Reprodução/Twitter)

O perfil no Twitter do senador Roberto Requião (PMDB-PR) voltou a ganhar destaque por uma notícia relacionada com tecnologia. Depois de trollar um seguidor com uma resposta violenta na rede social, ele aproveitou o final de semana para comprar briga com o grupo de ativistas da internet Anonymous.

Tudo começou quando o senador apresentou uma representação contra os ativistas, acusados de incitação à violência e ameaças. Mais agressivo e sem dispensar adjetivos criativos, Requião chamou o grupo de "retardado mental, manipulado pelo sistema para impedir mudanças na sociedade" no Twitter. O senador ainda acusou o grupo de ser aliado de sites de bancos e da Rede Globo.

As mensagens foram espalhadas e chegaram a alguns hackers, que não gostaram nada das críticas. Como resultado, o site oficial de Requião ficou cerca de 36 horas fora do ar. Um dos membros, identificado como Fr0nT1eR1, alegou ser o responsável pelo ataque.

Ainda mais enfurecido, Requião continuou a discussão com mensagens cada vez mais pesadas. Abaixo, confira as postagens mais populares:

"Onagros ungulados"

(Fonte da imagem: Reprodução/Twitter)

Porco no espeto

(Fonte da imagem: Reprodução/Twitter)

Conspiração

(Fonte da imagem: Reprodução/Twitter)

Palavras pesadas

(Fonte da imagem: Reprodução/Twitter)

Site fora do ar

(Fonte da imagem: Reprodução/Twitter)

Os tais "onagros ungulados" seriam uma espécie de burro ou jumento. Já a relação com bancos e redes de televisão é infundada, já que ambos também já foram alvos do grupo. No final desse domingo (3), a página de Roberto Requião já podia ser acessada normalmente.

Cupons de desconto TecMundo: