Na semana passada, noticiamos que os populares sites Pornhub e YouPorn foram banidos da Rússia pelo Roskomnadzor – órgão do governo que, em português, pode ser traduzido como “Serviço Federal de Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Mídia de Massa”.

Pois bem, como era de se esperar, muitos internautas reclamaram na web, mas os protestos não trouxeram, pelo menos por enquanto, nenhum resultado. O Roskomnadzor, inclusive, respondeu no Twitter a alguns dos comentários de forma provocativa.

Para contornar a censura, o Pornhub criou um mirror de seu site para que os russos conseguissem acessar a página, mas o endereço alternativo foi bloqueado pouco tempo depois. A conta do Pornhub na rede social VKontakte também acabou sendo banida depois de que alguns posts criticassem a atitude do órgão governamental.

A atitude autoritária e enfática do Roskomnadzor contra o site adulto tem alimentado uma onda de protestos na internet. Dezenas de imagens com cartazes “Je suis Pornhub” (algo como “somos todos Pornhub”) podem ser encontradas no Twitter e também em outras redes sociais.

No Reddit, um representante do Pornhub afirmou que a empresa recorreria da decisão e tentaria reestabelecer o acesso ao site. Segundo o próprio post, o website ganhava todos os dias cerca de dois milhões de visitas oriundas da Rússia.

Cupons de desconto TecMundo: