Recentemente, o órgão responsável por regulamentar o conteúdo em massa e de telecomunicações da Rússia tomou uma decisão muito polêmica no país: bloquear os sites YouPorn e Pornhub, dois dos maiores portais de pornografia do mundo. Certamente, a internet e as redes sociais não perdoaram e causaram um rebuliço.

A escolha veio do Roskomnadzor (em português, significa “Serviço Federal de Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Mídia de Massa”), que, além de banir ambos os portais, ainda respondeu aos usuários que reclamaram com diversas provocações.

Qual foi o motivo?

As proibições aconteceram nesta quinta-feira (15) por conta de decisões de duas Cortes regionais distintas, aplicando regras debatidas por elas. A discussão ocorreu em cima da lei que proíbe a “produção, disseminação e publicidade de objetos e materiais pornográficos ilegais”.

Justiça proibiu os dois sites pornográficos de ficarem no ar na Rússia

Apesar de parecer que a legislação russa proíbe qualquer tipo de conteúdo sexual, não é bem o caso. Há uma diferença crucial no parágrafo da lei: materiais ilegais. Em suma, provavelmente há uma regulamentação da indústria pornográfica no país, e o Pornhub e o YouPorn, que contam com vídeos amadores de todos os cantos do mundo, não se adequariam às regras do país.

Na Rússia, o conteúdo pornográfico deve ser regulamentado. Todo material externo é proibido no país, como é o caso do YouPorn e o Pornhub

Em outras palavras, é como se somente o conteúdo produzido ou aprovado por algumas regras possa circular no país. Um filme, por exemplo, talvez precise de um estúdio registrado e com algo semelhante ao nosso CNPJ para produzir longas-metragens de material pornográfico, por exemplo.

A Rússia responde com provocações

Como se não bastassem toda a atenção negativa, a polêmica de censura e o descontentamento dos usuários, o perfil oficial do Roskomnadzor no Twitter está ativamente respondendo centenas de pessoas que estão reclamando, mas com frases provocativas, ofensivas e que estão irritando muita gente.

Pornhub foi bloqueado, mas respondeu ao órgão regulamentador da Rússia

Em uma das ocasiões, o órgão regulamentador referenciou a si mesmo em um post antigo para responder um usuário: “Como uma alternativa, você pode tentar encontrar alguém no mundo real”. Para respostar esse “comunicado”, o perfil oficial disse: “Queridos amantes da internet, esse conselho ainda está de pé”.

Certamente, diversas pessoas responderam de volta, incluindo do usuário original que ganhou a provocação em 2015 e do próprio Pornhub, que perguntou: “Se nós dermos uma conta Premium do Pornhub, vocês poderiam nos desbloquear na Rússia?”.

Caso algum cidadão russo tente acessar a página, uma página com uma mensagem automática é exibida, informando que o site foi banido por decisões das autoridades públicas. Curiosamente, a extensão .ru ainda funciona por lá. O órgão é famoso por ter uma lista negra recheada com sites bloqueados de todos os tipos, incluindo sites que criticavam a posição homofóbica do país.

Cupons de desconto TecMundo: