Parte da iniciativa da Philips de retomar sua bem-sucedida trajetória no mundo do áudio pessoal, a linha Fidelio atualmente apresenta alguns dos melhores produtos desse universo. Ao mesmo tempo que ela privilegia uma experiência de áudio neutra, seus produtos são apresentados de forma a atrair consumidores que estão em busca de opções visualmente atrativas e sofisticadas.

O modelo NC1/00 combina essas características oferecendo o recurso de cancelamento de ruído a seus usuários. A promessa da fabricante é que sua tecnologia é capaz de proporcionar uma experiência de audição aprimorada ao filtrar barulhos que podem interferir nela.

O resultado dessa empreitada é um fone de ouvido que oferece a possibilidade de escutar músicas em volume controlado em praticamente qualquer ambiente. No entanto, questões relacionadas ao preço do dispositivo e a seu visual um tanto convencional podem fazer com que muitos consumidores prefiram apostar em algumas das alternativas mais acessíveis disponíveis atualmente nas lojas brasileiras.

Design

O Fidelio NC1 possui dimensões compactas, o que em primeiro momento contribui para passar a impressão errada de que ele é um produto feito para quem possui uma cabeça pequena. No entanto, basta brincar um pouco com sua tiara flexível para perceber que ela se estende de forma generosa e consegue se encaixar sem problemas mesmo em um crânio avantajado.

A Philips apostou em materiais de alta qualidade na construção do acessório, que mistura plástico, metal e áreas emborrachadas em seu acabamento. O resultado é um produto que possui uma aparência atraente e passa uma sensação de resistência — somadas a um peso que parece “certo”, essas características indicam uma opção que justifica sua apresentação “Premium”.

As conchas acústicas do dispositivo podem ser dobradas para facilitar o transporte, e é possível rotacionar levemente as saídas de som, o que permite repousar o fone de ouvido de maneira confortável ao redor do pescoço nos momentos em que você não está escutando músicas. Isso também facilita o armazenamento do dispositivo na unidade de proteção presente em sua embalagem.

O cabo removível é o item mais fraco do pacote, visto que falta a ele um controlador de volume integrado — há somente um botão usado para atender chamadas através do microfone embutido e para pausar a reprodução de músicas. Para completar, o produto também conta com um cabo micro USB para realizar sua recarga e um adaptador para que você possa usar o fone de ouvido junto ao sistema de dois pinos de 3,5 milímetros usado em aviões.

O NC 1 possui um perfil discreto, que é bem complementado pelo uso quase exclusivo da cor preta em seu acabamento — a exceção é o acabamento ligeiramente prateado da parte exterior de suas conchas acústicas. Apesar de a Philips prometer um sistema de som fechado, o dispositivo tem pequenos furos na parte externa de suas saídas de som que auxiliam na criação de um sistema acústico mais rico.

Desempenho

Mesmo que você não tenha ligado o sistema de cancelamento de ruídos do Fidelio NC1, o design fechado do produto garante o isolamento natural de boa parte dos sons a seu redor. Graças ao uso de um material macio e flexível no acabamento das caixas acústicas, elas envolvem totalmente as orelhas — o que traz como contraponto um aquecimento que pode se provar um pouco excessivo em dias quentes.

Para acessar os recursos de cancelamento de ruídos, basta ativar uma pequena chave presente na saída de som esquerda do fone de ouvido. A função trabalha de maneira adequada, evitando que você se sinta muito incomodado pelo barulho de construções ou de automóveis nas redondezas.

No entanto, o efeito muitas vezes parece excessivamente sutil, dando a impressão de que ligá-lo não faz muita diferença em certas situações. O resultado é um produto que não dá a mesma sensação de “isolamento” proporcionada por opções como o Momentum Wireless da Sennheiser (clique aqui para conferir nossa análise).

Uma das vantagens do produto da Philips é o fato de que sua bateria interna oferece energia suficiente para você não ter que se preocupar em recarregar constante o fone de ouvido. Durante nossos testes, o produto só precisava ser conectado à tomada uma vez por semana — isso com uma rotina diária de 4 horas de uso ininterrupto. Segundo a fabricante, uma única carga garante 30 horas de uso contínuo, e não temos razão para duvidar dessa afirmação.

A reprodução de sons acontece de maneira que se aproxima dos tons neutros, embora o Fidelio NC1 tenda a dar mais atenção a sons graves e agudos. O resultado é um produto com uma personalidade bem definida que se mostra bastante adequado a gêneros marcados por ritmos mais energéticos, como o pop.

O resultado dessa escolha da Philips é o fato de que o dispositivo oferece uma experiência de áudio que se encaixa em uma categoria intermediária. Ao mesmo tempo que você não vai ter uma experiência tão neutra quanto a oferecida pelo Fidelio L2 (confira a análise), o produto não chega a transformar radicalmente as músicas como faria um produto da linha Beats.

O fone de ouvido se mostrou uma ótima opção para reproduzir de maneira bastante agradável diversos gêneros musicais, dando o destaque adequado a diferentes tipos de instrumento — faixas acústicas apresentam violões bem definidos, enquanto você realmente sente os sintetizadores em uma faixa pop. No entanto, a forma mais energética como o acessório reproduz músicas pode fazer com que o usuário sinta que seus ouvidos precisem de um pouco de descanso após períodos prolongados de audição.

Vale a pena?

Após passar algumas semanas testando o Fidelio NC1, é difícil não ficar com a impressão de que a Philips fez um estudo completo das preferências dos consumidores na hora de desenvolver o aparelho. Com um tamanho compacto, que não chega a ser excessivamente pequeno, o acessório oferece uma ótima qualidade de áudio e um sistema de isolamento sonoro competente — embora esteja longe de ser a melhor opção do mercado.

Levando em consideração suas características e os acessórios que o acompanham, o produto parece voltado a profissionais que estão sempre em movimento e procuram viajar de maneira confortável. Nesse sentido, a fabricante acerta em cheio e entrega um gadget cujas linhas sofisticadas e cores discretas combinam muito com pessoas que se vestem de maneira sóbria — como um executivo, por exemplo.

No entanto, ainda parece faltar aos produtos da Philips a mesma sensação de diversão que acompanha os produtos da linha Beats. Dessa forma, por mais que os modelos da fabricante tenham uma qualidade maior que aqueles produzidos pela Apple, muitos ainda vão preferir a Maçã pelo valor social agregado que ela traz.

Independente de comparações, o que deve prejudicar a disseminação do Fidelio NC1 no Brasil é seu preço, que se mostra pouco convidativo mesmo para quem faz questão de ter um produto de alta qualidade sonora a seu dispor. O valor de R$ 1.559 sugerido pela fabricante é bastante alto para o mercado atual, ficando na mesma faixa de produtos mais completos, como o Momentum Wireless.

O preço é justificado pelas qualidades que o produto oferece, mas é um tanto surreal quando levamos em consideração o contexto brasileiro — e o fato de que muitas pessoas consideram fones de ouvido como acessórios descartáveis sem muita importância. No entanto, quem decidir encarar esse valor (ou conseguir importar o produto pagando menos por isso) dificilmente vai se arrepender.

Você apostaria em fone de ouvido com cancelamento de ruídos? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: