Ao que tudo indica, car sharing será o segmento mais quente do futuro relacionado ao mercado automotivo. A Uber vem chacoalhando as estruturas do mundo desde que apareceu, chamando (e muito) a atenção de outras empresas, inclusive das grandes montadoras.

Foi assim que surgiu a parceria entre a Lyft e a General Motors nos Estados Unidos, que vêm trabalhando juntas para desenvolver uma frota de veículos elétricos e autônomos. A Uber, por sua vez, fechou uma parceria com a Ford. Agora, é a vez de a francesa Peugeot anunciar que quer entrar na dança com a plataforma de carsharing Bollore.

A notícia foi dada pelo CEO do grupo PSA – dono das marcas Peugeot e Citroën –, Carlos Tavares. O executivo anunciou que a Bollore vai iniciar suas operações em Los Angeles em breve.

“Estamos trabalhando com um bom número de cidades, incluindo Los Angeles, para oferecer soluções de carsharing”, explicou o CEO durante um seminário na cidade californiana. O movimento faz parte de uma expansão do grupo PSA que se iniciou recentemente com o investimento em startups e atuação em áreas como empréstimo de veículos e fornecimento de peças.

A parceria com a Bollore, que já atua no segmento de carsharing em Paris, surgiu no ano passado. A expectativa é que a divisão de serviços de mobilidade gere aproximadamente 300 milhões de euros em receitas até 2021, um número considerado pequeno perto dos 50 bilhões de euros que o grupo PSA tem anualmente.

O foco na parte de carsharing, no entanto, ainda parece ser um assunto controverso, já que as montadoras não conseguem explicar o que vão fazer caso as pessoas resolvam abandonar de vez os carros particulares.

Cupons de desconto TecMundo: