Visando aprimorar suas habilidades, muitas pessoas fizeram implantes cibernéticos (inclusive um dos redatores do TecMundo) na tentativa de se tornarem humanos 2.0. Porém, aqueles que quiserem ter esse gostinho vão poder recorrer a uma outra forma no futuro caso um estudo dê certo: um emplastro. 

O estudo em questão, publicado na edição deste mês da Nature Communications, explica que o emplastro em questão pode ser aplicado diretamente no corpo, dando ao seu usuário a possibilidade de sentir campos magnéticos. Ele é flexível e leve o bastante para flutuar numa bolha de sabão, o que significa que, após um tempo, quem estiver com ele no corpo não vai notar a sua presença. 

Uma das aplicações práticas para o uso do emplastro seria por pessoas que trabalham com eletrônica, uma vez que ele permitiria descobrir quais cabos funcionam e quais estão prontos para serem substituídos. 

...

E aí, o que acha disso? Gostaria de ter as suas habilidades melhoradas após o implante de um chip ou algo parecido com esse emplastro parece mais chamativo? Deixe a sua opinião no espaço destinado aos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: