Em 2011, o consórcio Rockstar — que envolve grandes empresas como a Apple, BlackBerry, Microsoft, Ericsson e Sony — adquiriu um grande portfólio de patentes ligadas a tecnologia. A aquisição de 6 mil documentos da Nortel girou cerca de US$ 4,5 bilhões e forçou a Google a ir atrás de outros materiais para fortalecer seus produtos, o que ficou comprovado pela compra da Motorola pouco tempo depois.

E foi com base em algumas das patentes da Nortel que o Rockstar entrou com uma ação contra a Google — em um ano em que vimos muito menos movimentação desse tipo do que havia acontecido no ano anterior. Mas antes que as empresas tivessem que se enfrentar em tribunais, um acordo entre as duas partes envolvidas fez com que o processo fosse arquivado definitivamente.

Como informa a agência Reuters, o documento registrado da corte do estado do Texas diz que “Google e Rockstar entraram em acordo sobre todas as controvérsias que existiam entre as partes”. Apesar disso, não há detalhes acerca dos valores que foram envolvidos nessa disputa, por isso não podemos dizer se a Google irá pagar algo em royalties de produtos ou se irá desembolsar um valor fixo para o consórcio.

Vale dizer que há grandes chances de que o consórcio volte à mídia várias vezes durante o próximo ano. Isso porque o Rockstar deve entrar com ações contra algumas fabricantes por diversas patentes que estariam sendo infringidas. Em resumo, você pode esperar por um ano de 2015 com muito mais disputas judiciais entre Rockstar, Samsung, HTC e diversas outras.

Cupons de desconto TecMundo: