(Fonte da imagem: Reprodução/AllThingsD)

Apple e Samsung se acusam por causa de patentes desde muito tempo atrás. A cada novo aparelho lançado, surgem novas denúncias relacionadas ao uso indevido de uma ou outra funcionalidade registrada e utilizada sem autorização pela rival. Isso acontece dos dois lados na guerra e deve continuar dessa forma por algum tempo. E no mês passado, uma das maiores disputas entre elas ocorreu nos tribunais dos Estados Unidos.

As duas gigantes da tecnologia se encontraram no tribunais de San Jose (na Califórnia) com acusações mútuas. A Apple acusava a Samsung de ter infringido cinco de suas patentes, enquanto a empresa coreana acusava a rival de ter feito o mesmo com duas de suas patentes. E depois de muitas discussões, demonstrações de provas e contraprovas, o tribunal finalmente se decidiu.

Após todo o processo, a justiça norte-americana definiu que as duas empresas são culpadas em algumas das ações movidas. Mesmo assim, é preciso dizer que a Apple se saiu melhor, pois vai receber US$ 119,6 milhões da Samsung, ao mesmo tempo em que terá que pagar apenas US$ 158 mil para a maior rival da atualidade. Confira abaixo qual a origem dessas multas.

O que a Samsung infringiu?

(Fonte da imagem: Reprodução/CNET)

Nos documentos apresentados no tribunal, a Apple afirma que dez aparelhos da Samsung utilizam patentes alheias de maneira indevida. Você pode ter uma noção mais concreta disso ao analisar a tabela que está acima deste parágrafo. Todas as células marcadas com “X” são as que foram denunciadas e as que possuem asteriscos ao lado do “X” são as que tiveram denúncias sentenciadas como procedentes.

 

  • Patente 172: relacionada à utilização de previsão de textos durante a composição de mensagens;
  • Patente 414: envolve sincronização de segundo plano relacionada a aplicativos de calendários, emails e contatos;
  • Patente 647: envolve links rápidos, que detectam dados automaticamente em mensagens e permitem que os cliques sejam aplicados diretamente nelas;
  • Patente 721: relacionada ao “deslize para desbloquear”, que é utilizado para o desbloqueio da tela principal dos aparelhos;
  • Patente 959: relacionada à “pesquisa universal”, como a utilizada pela Siri.

 

E a Apple?

(Fonte da imagem: Reprodução/CNET)

Cinco aparelhos da fabricante norte-americana foram acusados nos tribunais, sendo as denúncias relacionadas a duas patentes. Você pode ter uma noção mais concreta disso ao analisar a tabela que está acima deste parágrafo. Todas as células marcadas com “X” são as que foram denunciadas e as que possuem asteriscos ao lado do “X” são as que tiveram denúncias sentenciadas como procedentes.

  • Patente 239: relacionada à funcionalidade de transmissão de vídeo, que poderia possuir implicações diretas no uso do FaceTime;
  • Patente 449: envolve as funções de organização de pastas e câmera dos aparelhos.

O fim das disputas?

Como já dissemos, a briga judicial resultou em multas altíssimas para a Samsung e nem tão altas assim para a Apple. Pelo menos por enquanto, não devem haver recursos que possam mudar os valores estipulados pela justiça californiana, mas isso não significa que é o fim das disputas entre eles nos tribunais — a verdade é que estamos bem distantes disso.

Apple e Samsung são duas das maiores empresas de tecnologia do mundo e os portfólios de patentes delas são imensos. É bem difícil que alguma das empresas consiga criar aparelhos com funcionalidades que não infrinjam patentes da adversária em nenhum momento. Ou você acha que elas vão conseguir mudar isso no futuro?

Cupons de desconto TecMundo: