A velocidade frenética do nosso cotidiano certamente nos abre muitas oportunidades para criar e desenvolver coisas, mas ao mesmo tempo também torna muito difícil levar ideias adiante e manter a organização nos nossos projetos – seja na vida pessoal e dentro das empresas. Feito para ajudar o gerenciamento de planos e processos de todos os tipos, o Trello é uma ferramenta online que vem ganhando espaço e que acaba de chegar oficialmente ao Brasil.

Com mais de 8,5 milhões de usuários ao redor do mundo, o serviço já conquistou mais de 300 mil brasileiros, o que levou a empresa responsável a priorizar o nosso país e torná-lo o primeiro a ter uma versão traduzida do Trello. Com cerca de 100 mil novos usuários globais por semana – dos quais 10% são do Brasil –, a ferramenta se destaca por sua versatilidade, ajudando a organizar desde projetos profissionais em equipe até atividades como viagens e festas.

Como funciona?

O Trello se baseia no uso de quadros virtuais que funcionam como grandes painéis de anotações. Cada usuário pode criar ou ser adicionado a vários quadros, cada um com um nome e finalidade distinta. Dentro de uma dessas áreas é possível reunir diversas listas com cartões de tarefas, que por sua vez podem ser movidos lateralmente entre uma listagem e outra para manter todos os envolvidos atualizados sobre o andamento das coisas.

Para tornar as coisas ainda mais dinâmicas, os cartões podem receber anexos, links, imagens e serem designados a membros específicos do grupo de trabalho, que receberão notificações quando o conteúdo a que estiverem ligados for alterado de alguma forma. As tarefas podem ainda receber um dia e horário de prazo limite, marcadores coloridos com significados personalizados, listas de checagem e stickers, entre outras coisas.

Além de receberem suas notificações quando abrem a plataforma online do Trello, os usuários podem programar o sistema para que envie alertas importantes por email. Além disso, o serviço também possui aplicativos para iOS, Android, Kindle Fire e Windows 8 ou superior, permitindo manter a sincronização da organização de seus afazeres em múltiplos dispositivos.

Desembarcando por aqui

Somando-se à tradução da própria ferramenta para o português brasileiro, os usuários que entendem o nosso idioma também passam agora a contar com um blog com conteúdo local e com perfis exclusivos do Brasil em redes como Twitter e Facebook. Além disso, a empresa criou alguns exemplos na nossa língua de quadros inspiradores, mostrando algumas das várias utilidades do sistema – clique aqui para conferir.

Segundo os criadores do Trello, os estadunidenses Joel Spolsky e Michael Pryor, o serviço gratuito e sem anúncios jamais mudará essas características e retira seu sustento dos usuários e empresas que pagam pelos diferenciais da versão Gold e Business. “As empresas que ficam sabendo dos benefícios de usar o serviço ficam mais do que dispostas a pagar”, afirma Spolsky.

Os usuários dispostos a custear os US$ 5 (cerca de R$ 16) por mês, ou US$ 45 (em torno de R$ 142) anuais, da versão Gold recebem algumas melhorias ao seu Trello, como a ampliação do limite de tamanho de cada anexo nos cartões de 10 MB para 250 MB. Além disso, os pagantes também ganham acesso a stickers exclusivos para usar em seus cartões, a possibilidade de personalizar os fundos de seus quadros e um histórico de buscas frequentes.

Você decide

No momento, Spolsky e Pryor afirmam que a empresa está aguardando os resultados da tradução para o português antes de tomar outras medidas no mercado brasileiro – como disponibilizar assinaturas diretamente em reais, por exemplo. Quem quiser testar o Trello pode conferir o serviço gratuitamente em sua versão web seguindo este link e baixar o app grátis para Android, iOS, Kindle Fire e Windows 8 clicando respectivamente aqui, aqui, aqui ou aqui.

Cupons de desconto TecMundo: