(Fonte da imagem: Reprodução/Oculus VR)

Alguns dias atrás, publicações de vários sites de tecnologia mundo afora informaram que a desenvolvedora do Oculus Rift estaria preparando duas versões do gadget: uma mais robusta para operar com computadores e uma segundo menos potente para ser usada com aparelhos Android.

Em entrevista para o Engadget, durante a conferência GamesBeat 2013, Brendan Iribe, CEO da Oculus VR, garantiu que só existirá uma edição do dispositivo de realidade virtual que está sendo esperado ansiosamente por gamers dos quatro cantos do planeta. “Nós vamos entregar um único Oculus Rift, que é compatível com vários equipamentos diferentes”, comentou o executivo.

Averiguando quem tem o melhor desempenho

"Eu acho que as pessoas ficarão surpresas com a série de dispositivos com os quais nós podemos fazê-lo funcionar. Agora, estamos focados somente em alguns, basicamente com a intenção de que possamos entregar uma grande experiência em um par de aparelhos nesse primeiro momento. Com o tempo, vamos expandir essa compatibilidade”, complementou ele.

De acordo com Iribe, a companhia está testando os mais recentes smartphones, tablets e dispositivos de jogos com Android para ver qual deles oferece a melhor experiência de realidade virtual. Contudo, em nenhum momento foi citada alguma marca ou modelo que o suportará.

O próprio CEO da empresa admite que essa capacidade do Oculus Rift de funcionar com gadgets portáteis depende de uma colaboração das fabricantes e dos desenvolvedores, o que será alavancado somente depois da disponibilização do SDK dos óculos — que, nas palavras do executivo, está demorando mais do que esperado para ser finalizado, mas que deve estar disponível em breve.

A presença dos fios

Sobre as especulações de os óculos de realidade virtual da Oculus VR serem wireless, Brendan Iribe desmentiu qualquer boato. “Por enquanto, o nosso planejamento para o V1 [primeira versão do Rift] está voltado para um produto baseado no PC e que também seja compatível com Android, mas um equipamento com fio”.

“O Oculus Rift terá um cabo que o ligará a outro dispositivo que forneça a computação gráfica e de processamento necessária, incluindo desktops, notebooks e potencialmente um aparelho móvel”, mencionou ele. Clique aqui e confira as nossas primeiras impressões dessa tecnologia, ou assista o vídeo acima.

Cupons de desconto TecMundo: