Se você gosta de acompanhar todas as novidades do mercado de placas de vídeo, certamente deve saber que a NVIDIA está em apuros por causa da GeForce GTX 970, uma de suas últimas placas de vídeo disponibilizada nas gôndolas do mundo inteiro.

Fazendo parte da estreia da nova arquitetura Maxwell, a placa foi vendida pela empresa como um componente revolucionário capaz de prover um desempenho em games como jamais visto antes nesse segmento.

Tudo estava perfeito, até que alguns consumidores encontraram uma “falha” um tanto incômoda na construção do produto: a nova arquitetura divide a memória total da placa (4 GB) em duas partes, sendo uma de 3,5 GB e outra de 0,5 GB. Este último trecho de meio gigabyte opera em uma velocidade bem menor do que o restante da memória, o que pode ocasionar travamentos e lentidões graves em alguns jogos de computador.

Direitos do consumidor

De início, essa característica foi erroneamente encarada pelos usuários como um bug ou até mesmo um erro de fabricação; contudo, a própria NVIDIA afirmou que a GTX 970 foi construída dessa forma mesmo e não haveria atualização de drivers capaz de resolver esse inconveniente. Milhares de lojistas ao redor do mundo inteiro começaram a receber devoluções da placa; os consumidores alegam que a companhia praticou propaganda enganosa para vender a GPU.

E engana-se quem acha que os prejuízos da NVIDIA acabaram aí: essa confusão está prestes a atingir proporções ainda maiores, visto que a empresa está sendo processada nos Estados Unidos por “enganar” seus clientes, afirmando em propaganda que a GTX 970 trabalha com uma performance maior do que aquela que pode, de fato, ser alcançada na vida real.

O processo foi submetido à corte do estado da Califórnia, sendo possível acessar o documento em sua integridade através deste link. A NVIDIA ainda não se posicionou abertamente sobre o assunto. Caso queira entender mais sobre a polêmica da memória dividida na nova GPU da empresa, clique aqui e confira um artigo detalhado que o TecMundo preparou para você acerca do assunto.

Cupons de desconto TecMundo: