Como a Nintendo havia prometido, hoje, dia 19 de janeiro, rolaram duas conferências — uma na Europa e outra nos Estados Unidos — para apresentar novos detalhes do Nintendo 3DS. No final das contas foram poucas novidades, mas pelo menos tivemos a confirmação da data de lançamento e o preço do novo portátil da “Big N”.

As duas apresentações tiveram o mesmo conteúdo, porém, a edição europeia foi mais detalhada. Nos Estados Unidos, Reggie Fils-Aime — presidente da Nintendo of America — comandou o show e começou a coletiva falando sobre a tradição de inovação da Nintendo e o advento do Nintendo 3DS.

Mas o que todo mundo realmente queria saber só foi revelado no finalzinho da conferência. A data de lançamento e preço oficial do Nintendo 3DS. O Brasil ainda vai ter que esperar um pouco, porém, Reggie Fils-Aime confirmou que o novo portátil da Nintendo chega às lojas estadunidenses no dia 27 de março, por US$ 249,99 (aproximadamente R$ 417 sem impostos).

Início avassalador

Segundo a Nintendo, o 3DS contará com mais de 30 títulos lançados de março até junho. sem contar a retrocompatibilidade que permite a utilização de jogos lançados para o Nintendo DS.Entre os títulos mais comentados estava Pro Evolution Soccer 3D. O primeiro jogo de futebol com suporte para 3D estereoscópico promete revolucionar o gênero. No palco europeu, o produtor do jogo comentou como os efeitos 3D afetam significativamente a jogabilidade.

Yoshinori Ono, produtor de Super Street Fighter IV para o 3DS também marcou presença. Ele comentou sobre sistema Street Pass, funcionalidade online do 3DS que será utilizada em vários títulos.

O sistema é uma espécie de radar que capta outros consoles rodando o mesmo jogo. Ao se aproximar de outro jogador (o raio de alcance do Street Pass é de 30 metros) você é automaticamente transportado para uma partida multiplayer. Dead or Alive Dimensions é outro jogo que também contará com uma modalidade baseada no Street Pass.

Parece que a Nintendo realmente está prestando mais atenção ao elemento online. Os infames “friend codes” não foram necessariamente abolidos, mas passarão por uma reformulação que os tornará muito mais eficientes.

O Nintendo 3DS contará com apenas um “friend code” associado ao console e não aos jogos — como acontece no Wii. Assim, o sistema de códigos numéricos para localização de amigos online do 3DS valerá para todos os títulos e, na prática, fica muito mais parecido como um gamertag da LIVE ou da PSN.

Além disso, também foi confirmado que o console virá com alguns aplicativos instalados de fábrica. Uma espécie de agenda pessoal, um pedômetro — que poderá ser utilizado para desbloquear conteúdo adicional em alguns jogos — um sistema de realidade aumentada, MiiMaker e mini jogos especiais.

Miis invadem o 3DS

O MiiMaker é similar ao editor de avatar do Nintendo Wii, porém oferece suporte para utilização da câmera para captura da face do jogador. Por sinal,  o Street Pass também funcionará para trocar Miis e outras informações de jogadores que poderão se reunir em uma espécie de PlayStation Home.

Outro componente que comprova o interesse da Nintendo  nas funções online é a nova loja virtual do 3DS. Aparentemente, o console contará com vários títulos disponibilizados digitalmente, incluindo uma espécie de Virtual Console com clássicos do Game Boy.

 

Lista completa de jogos exibidos nos dois eventos

As conferências da Nintendo para apresentar o Nintendo 3DS à comunidade europeia e americana foi cheia de novidades. Além dos já comentados recursos que tornam o portátil único, a tão esperada lista de títulos também foi divulgada.

Alguns dos games já haviam sido anunciados anteriormente, como Super Street Fighter IV 3D Edition e Nintendogs + Cats. Entretanto, a presença de outros estúdios serviu para mostrar que a biblioteca de jogos inicial do console já vem para deixar os fãs com água na boca.

É o caso da Ubisoft, que apresentou alguns de seus projetos para o Nintendo 3DS. Durante a conferência em Amsterdã, o presidente da companhia, Yves Guillemot, expôs nada menos do que oito títulos desenvolvidos para o portátil – entre eles Rayman 3D e Tom Clancys Ghost Recon: Shadow Wars.

  • Animal Crossing
  • Asphalt 3D
  • Bust a Move Universe
  • Combat of Giants: Dinosaurs 3D
  • Crush 3D
  • Dead or Alive: Dimensions
  • Dual Pen Sports
  • Kid Icarus: Uprising
  • Lego Star Wars III: The Clone Wars
  • Madden NFL Football
  • Mario Kart
  • Nintendogs + Cats
  • Paper Mario
  • PilotWings Resort
  • Pro Evolution Soccer 2011 3D
  • Rabbids: Travel in Time
  • Rayman 3D
  • Resident Evil: The Mercenaries 3D
  • Ridge Racer 3D
  • Samuari Warriors: Chronicles
  • Shin Megami Tensei: Devil Survivor Overclocked
  • Star Fox 64 3D
  • Steel Diver
  • Super Monkey Ball 3D
  • Super Street Fighter IV: 3D Edition
  • The Legend of Zelda: Ocarina of Time 3D
  • The Sims 3
  • Thor: God of Thunder
  • Tom Clancy’s Ghost Recon: Shadow Wars
  • Tom Clancy’s Splinter Cell 3D

Aplicativos e SO multitarefas

Além da lista de jogos, o evento da Nintendo trouxe também algumas surpresas quanto às funcionalidades do 3DS. Entre elas, um incrível sistema de multitarefas foi apresentado e descrito como um recurso semelhante ao que já existe em vários smartphones.

O exemplo utilizado durante a conferência dava ao jogador a possibilidade de apertar o botão “Home” e simplesmente parar o game para realizar qualquer outra tarefa disponível no portátil. Sendo assim, é possível executar a câmera e então voltar para a partida.

Além disso, também foram detalhados alguns dos aplicativos que acompanham o sistema operacional do Nintendo 3DS. Além da câmera e álbuns em 3D, o novo console da Nintendo traz áreas para a criação e interação de Miis semelhante às que existem no Wii.

Há também um bloco de notas – o permite ao jogador fazer anotações durante o jogo, graças ao multitarefas – e uma funcionalidade que lista seus amigos online. Opções para ativar ou desligar o Streepass e Spotpass são igualmente situadas na tela principal do sistema.

O acesso a todos esses elementos é feito pela touchscreen do portátil, que parece estar muito mais sensível. Outra novidade é a organização dos canais, que pode ser modificada a um simples toque no ícone responsável por isso.

Português do Brasil

A melhor parte de todo o evento?  O sistema operacional que acompanha a edição americana virá com a opção de idioma em português. A confirmação foi dada por Bill van Zyll, gerente geral da Nintendo no que diz respeito à América Latina. Apesar de não ter informado a data de lançamento ou o valor sugerido, Van Zyll declarou que teremos o português brasileiro (nada de “ecrãs” ou “consola”), além de inglês, francês e espanhol.

Spotpass e Streetpass

A Spotpass é uma espécie de sistema que recebe material multimídia em 3D por meio da conectividade Wi-Fi. Com isso, empresas conveniadas – como a Sky 3D e a Eurosport, na Europa – disponibilizam vídeos e outros formatos para que o uso do console vá muito além de rodar apenas jogos. Para o bom funcionamento dessa novidade, a Nintendo pretende providenciar um aumento na quantidade de pontos de acesso à internet sem fio.

Já a Streetpass trata do tão comentado compartilhamento de dados entre Nintendos 3DS, algo já visto várias vezes em trailers e outros vídeos promocionais. O destaque, entretanto, fica por conta dos Miis, que agora também indicarão a nacionalidade do jogador encontrado.

De acordo com o que foi apresentado pela empresa, o Streetpass parece ser uma evolução do sistema wireless já existente na geração atual de Nintendo DS, com a diferença de fazer essa troca de informações praticamente o tempo todo.

O novo console portátil da Nintendo chegará ao mercado norte-americano no dia 27 de março e custará exatos US$ 249,99. O que você achou desta enxurrada de novidades? Fique ligado no Baixaki Jogos  para saber de todas as novidades do 3DS.

Especial originalmente produzido pelos redatores Durval Ramos e Carlos Augusto para o Baixaki Jogos

Cupons de desconto TecMundo: