A SpaceX divulgou recentemente um vídeo dos testes dos SuperDraco, os motores que fazem parte do sistema de propulsão de emergência de sua última nave espacial, a Crew Dragon. Como é possível perceber nos vídeos, eles realmente honram o nome, que faz alusão aos dragões, criaturas popularmente conhecidas por cuspirem fogo.

Os oito SuperDraco já foram testados 27 vezes de forma modular e mais de 300 vezes individualmente, para que nenhum detalhe passe despercebido e também para que tudo fique dentro dos conformes. Os motores serão utilizados na cápsula da Dragon, a nave que a SpaceX está construindo para a NASA como parte do programa Crew, que levará astronautas até a Estação Espacial Internacional.

A cápsula Dragon será impulsionada por um foguete Falcon 9

No entanto, eles só entrarão em ação em caso de emergência, para levar os astronautas em segurança se houver qualquer tipo de problema com o foguete principal – no caso, o Falcon 9. Os SuperDracos são capazes de gerar mais de 54 toneladas de impulso, o suficiente para fazer o Crew Dragon acelerar de 0 a 160 km/h em apenas 1,2 segundo.

A sequência que mostra os testes efetuados nos motores de emergência SuperDraco

Vale lembrar que o Falcon 9 já apresentou alguns problemas em testes anteriores. De qualquer forma, a SpaceX já realizou um teste para simular a necessidade de abortar o lançamento. Nesse caso, é importante que a equipe do Crew Dragon consiga se "desacoplar" do foguete o quanto antes – é aí que os SuperDracos devem entrar em ação. No entanto, é melhor torcer para que nem precisem.