Você já deve ter ouvido falar sobre uma ideia que surgiu a partir de algo que não faz o menor sentido, não é mesmo? Pois bem, dessa vez aconteceu na NASA. Jaakko Karras (gerente de projeto da Agência) estava entretido com um origami enquanto estava no laboratório de biometria Millisystem da Universidade de Berkeley (Califórnia) e percebeu que poderia partir desse princípio para a criação de um novo robô capaz de fazer missões em outros planetas.

De imediato, sua equipe levou o origami para análise e começou a testar possibilidades visando melhorar ainda mais o projeto. E assim nasceu o PUFFER (Pop-Up Flat Folding Explorer Robots), todo feito através de uma impressora 3D e capaz de se dobrar e subir encostas bem íngremes, podendo até entrar em pequeníssimas fendas em rochas.

Segundo a equipe de desenvolvimento desse projeto, o último protótipo criado já pode escalar mais de 500 metros de altura e suportar temperaturas muito altas, mas ainda pode ser melhorado. Uma das opções seria equipá-lo com instrumentos científicos, mas isso talvez reduza bastante a autonomia de energia — além de deixá-lo grande, perdendo a possibilidade de entrar em fendas menores.

Jaakko diz que o PUFFER pode auxiliar os robôs comuns — aqueles enormes e controlados remotamente — na exploração de outros planetas. Kalind Carpenter (responsável pela criação das rodas desse pequeno robô) diz ainda que a Curiosity poderia ter resultados ainda melhores em Marte se contasse com algumas unidades do PUFFER.

E você, o que achou desse pequeno robozinho? Será que ele poderia mesmo ajudar em novas descobertas em Marte?

Este texto foi escrito por Lucas Bonfim via TecMundo Experts

Cupons de desconto TecMundo: